Agronegócio

Brasil Rondônia 25/04/2017 10:15 www.youtube.com

Projeto pioneiro incentiva a agricultura familiar e a melhoria do café paranaense

Até meados da década de 1970, mais de 30% do café consumido no mundo era produzido no Estado do Paraná. Agora, em pleno ano de 2016, o café paranaense volta a ganhar destaque internacional, não mais pela quantidade, mais sim pela qualidade. Muita dessa excelência paranaense se deve ao projeto Red Foot, desenvolvido pelo barista Leo Moço, consagrado com o título de Melhor Barista do Brasil nos anos de 2013 e 2015.

 

Lançado no final de 2014, o Red Foot tem por objetivo apoiar pequenos produtores, geralmente envolvidos nos conceitos da agricultura familiar, e ajudá-los a melhorar a qualidade do seu trabalho elevando à categoria dos grãos ao “café especial”. “O objetivo doRed Foot é melhorar o processo de produção do café e ajudar essas famílias a desenvolver o negócio. Me sinto muito feliz em entrar em pequenos sítios e contribuir para a melhoria da vida dessas pessoas e, consequentemente, para a melhoria do café do Estado do Paraná”, comenta Leo Moço, idealizador do projeto.

Na foto 9140: Os produtores dos melhores cafés do Paraná (segundo o Concurso Café Qualidade do Paraná), Mauro Sato (Vice) e Evilásio Shigueaki Mori (Campeão), participantes do projeto Red Foot; e o barista Léo Moço

Segue em anexo material completo para sua análise.

Desde já agradeço.

Abraço!


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo