Brasil

Cruzeiro do Sul 19/04/2018 17:37 G1

Homem é decapitado e cabeça é exposta em poste de energia

Homem foi morto e teve a cabeça arrancada. Vizinhos encontraram corpo da vítima dentro de casa.

A Polícia Civil de Cruzeiro do Sul acredita que ao menos oito pessoas tenham envolvimento direto com a bárbara morte de José Maria de Souza Lima, de 38 anos. Ele foi morto a facadas e tiros e teve a cabeça arrancada.

O corpo foi achado na casa dele, no bairro Olivença ainda na noite de quarta-feira (18), já a cabeça foi achada somente na manhã desta quinta (19) no bairro do Telégrafo próximo a uma escola.

O delegado que investiga o caso, Alexnaldo Batista, disse que a morte está ligada à briga de facções. “Para mostrar o grau de violência, deceparam a cabeça e colocaram em outro bairro. Deixaram em frente a uma escola. Eles não tem preocupação com as crianças e a sociedade e expuseram a cabeça em frente a uma escola do ensino fundamental. A crueldade desses elementos não tem limite. A cada dia inovam e causam impactos na sociedade”, diz.

Logo após o crime, segundo o delegado, uma equipe foi designada para iniciar as investigações.

“A vítima tinha ligação com elementos que não são do bem. Não podemos afirmar que ele seja de facção, mas tinha relação com esse tipo de pessoa. Nossa linha de investigação é de execução. Foram mais de 8 elementos que praticaram o crime com muita brutalidade. Se trata de guerra entre facções, execução clara por domínio de ponto de tráfico de drogas e para mostrar o poder da facção rival”, destaca.

Após os trâmites no Instituto Médico Legal, o Corpo da vítima foi liberado para a família velar e será sepultado às 17 h na tarde de quinta-feira (19) no cemitério Jardim da Paz.


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo