Colunistas

Valorizar 02/05/2017 11:28 www.agnaldonepomuceno.com.br

Valorize as pessoas e elas te levarão ao topo

O ser humano não foi criado para viver só, tanto é que, segundo a Bíblia, Deus, após ter criado o homem, percebeu que era muito triste para ele viver só e, por isso, criou a mulher para lhe fazer companhia.

Tudo que existe na face da terra, seja o diamante ou ouro, só tem valor em razão da existência de outros seres humanos. Se vivêssemos sozinhos na imensidão do universo, poderíamos estar em meio as montanhas de diamante, ouro ou prata que nenhum valor teria para nós. Mesmo com toda riqueza iríamos morrer de solidão. Assim, podemos concluir que nada, nada mesmo, é mais precioso e valioso que as pessoas com quem convivemos.

O ser humano se move, basicamente, para evitar a dor e na busca do prazer. Assim, se quisermos atrairmos a atenção e a amizade das pessoas devemos evitar tudo que lhes causa a dor, e, por outro lado, dar-lhes tudo que possam causar o prazer.

Todo ser humano sente-se prazer em ser valorizado, ser reconhecido como pessoa, ter a sensação de se sentir importante no contexto em que vive. Se formos capazes de proporcionar esta sensação as pessoas com quem nos relacionamos, teremos delas o respeito, a admiração, e elas nos levarão ao topo.

Assim, é prudencial que todos os dias agreguemos intencionalmente valor a alguma pessoa. Seja elogiando uma boa ação praticada ou, até mesmo, o abrir de portas desejando boas-vindas seguido do nome da pessoa. Por exemplo, seja bem-vinda dona Elizabete, tenha um bom dia.

Certa vez assenti a uma palestra, onde um avô orgulhoso contara que seu neto, de onze anos, comunicou-lhe pela manhã de um certo dia: “vou sair pela cidade e intencionalmente vou agregar valor a alguém que nem mesmo conheço”.

No final do dia, o neto cheio de orgulho ao retornar e falou: “fui a um estabelecimento comercial e passei a amanhã inteira abrindo a porta para a as pessoas, mas eu não só abria as portas, também sorria, dava-lhes bom dia e desejava boas vindas”.

O menino relatou ao avô entusiasmado de como as pessoas reagiam felizes e perguntavam ao dono do estabelecimento “quem é este menino tão gentil? ”.

  Não importa a atividade exercida; não se chega ao topo sozinho.

 Dependemos das outras pessoas para termos sucesso em nossas atividades e à medida que agregamos intencionalmente valores às pessoas, elas nos devolvem em ações, as quais nos levarão ou nos manterão nos mais altos postos. Por isso, a importância de refletirmos o como anda a nossa forma de relacionar com as pessoas. Mais informações em www.agnaldonepomuceno.com.br

Autor: Agnaldo Nepomuceno

Fonte: Texto próprio baseado nas experiencias pessoais.


Sulenorte530f5faaa10d5 26904052 1401088410020007 3468956295198393236 n 19944622 1768075189889160 2633147811106186329 o
Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo