Ariquemes (RO), 15 de setembro de 2019

Justiça

Cacoal/Ministro Andreazza 06/09/2019 21:31 Fonte: Folha do Sul

Juiz mantém prisão e aceita denúncia contra vilhenense acusado de molestar aposentada de 81 anos

Magistrado confirmou “indícios de autoria e materialidade”

O juiz Ivens dos Reis Fernandes, titular da 2ª Vara Criminal de Cacoal, não só negou o pedido de liberdade feito pela defesa do autônomo Ivan Bezerra de França, o “Ceará do Assossete”, como aceitou a denúncia feita contra ele pelo Ministério Público.

O vilhenense de 47 anos foi preso na cidade de Ministro Andreazza, acusado de molestar sexualmente uma aposentada de 81 anos. Após a prisão em flagrante, Ceará foi levado para a Cadeia Pública de Cacoal, onde permanece preso desde a data do fato. Lembre aqui.

Ao manter a prisão preventiva do acusado, o magistrado destacou, em sua decisão: “Da análise da prova inquisitorial, mesmo perfunctoriamente, confirmam-se os indícios de autoria e materialidade”

Em outros trechos, o juiz escreveu: “A alegação de que o réu é primário, bons antecedentes e residência fixa, não enseja por si só, a revogação da prisão preventiva”, acrescentando ainda que “avulta, também destacar que, o acusado foi preso em flagrante, em tese, pela prática de crime cuja a pena máxima é de 10 (dez) anos de reclusão”

Clique aqui e leia na íntegra a decisão datada desta sexta-feira, 06



Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo