Ariquemes (RO), 22 de outubro de 2019

Justiça

RO 09/10/2019 10:07 G1/RO - Postado por Izabella Coelho - DRT 1587/RO

Réu não comparece a julgamento e é condenado por matar homem após levar tapa na cara

Juri aconteceu na segunda-feira (7) em Porto Velho. Acusado do homicídio foi considerado foragido por não estar presente na sessão e teve prisão preventiva decretada.

O réu Adriano Fernandes da Silva Neto foi condenado a sete anos e seis meses de prisão por ter matado a facadas Francisco de Oliveira Monteiro. O crime aconteceu no dia 10 de março deste ano na Zona Sul de Porto Velho.

O juri, composto por quatro mulheres e três homens, se reuniu na segunda-feira (7) e foi presidido pelo juiz Gleucival Zeed Estevão.

O réu foi condenado à revelia pois não compareceu ao julgamento. Caso tivesse comparecido, mesmo diante da condenação, o réu continuaria a responder o processo em liberdade. No entanto, devido a ausência no tribunal, foi considerado foragido e teve a prisão preventiva decretada.

Segundo as investigações, o crime aconteceu após a vitima ter dado dois tapas na cara do acusado, que o esfaqueou diversas vezes. Durante o julgamento, tanto defesa quanto acusação pediram o afastamento das qualificadoras de motivo fútil e de surpresa.

Para o juiz da condenação, a conduta do réu foi completamente desproporcional à ação da vítima.

A defesa de Adriano Fernandes foi contatada, mas ainda não se pronunciou sobre o caso.

 


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo