Mundo

Farça 14/12/2018 10:53 Fonte: Com informações do Jornal Extra

Robô apresentado como 'revolucionário' era um homem fantasiado

Bastou uma foto postada em rede social para desmarcarar a farsa

Um robô exaltado pela emissora estatal de TV Russia-24 como exemplo de "tecnologia revolucionária" se revelou uma farsa: Boris não era um androide avançadíssimo, mas sim um homem fantasiado de robô.

Boris foi estrela de uma reportagem em que exibiu suas "incríveis habilidades" para andar, dançar e falar como nunca haviam sido vistas em um robô, mais parecido com um homem.

Porém fotos mostraram que os movimentos eram realmente humanoas: haviam um homem dentro da carcaça robótica de Boris.

A performance de Boris deixou jornalistas desconfiados. Eles passaram a questionar a ausência de sensores externos no robô e "movimentos desnecessários" durante sua dança. Eles notaram, ainda, que, pelas dimensões do androide, uma pessoa poderia estar perfeitamente dentro dele.

Bastou uma foto postada em rede social para desmarcarar a farsa. A imagem mostra um pescoço humano dentro de Boris. Logo, descobriu-se que Boris não passa de uma fantasia tecnológica chamada Alyosha the Robot, feita pela Show Robots, e que custa o equivalente a R$ 14,5 mil.

O site do fabricante informa que Alyosha foi criado para proporcionar uma "perfeita ilusão". A TV, entretanto, quis ir além, vendendo Boris como um autêntico androide. Após a farsa ser descoberta, a Russia-24 retirou o vídeo de Boris do seu canal no YouTube.


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo