Ariquemes (RO), 16 de setembro de 2019

Mundo

Sátira alemã: 16/08/2019 21:34 EXTRA

Bolsonaro é alvo de sátira em programa de TV alemão após declarações sobre desmatamento na Amazônia

O presidente Jair Bolsonaro foi pauta do programa humorístico alemão "Extra 3", exibido pela emissora de televisão estatal "NDR". No episódio que foi ao ar na quinta-feira, o presidente brasileiro é criticado principalmente por conta da política ambiental do governo e o desmatamento da Floresta Amazônica.

Bolsonaro foi chamado de "o idiota de Ipanema" e "Trump do samba". Além disso, o presidente é descrito como alguém que não se importa com sustentabilidade e é questionado: "Quem corta a Amazônia, mesmo que a floresta seja absolutamente indispensável para a sobrevivência da Terra? O Presidente do Brasil".

O apresentador Christian Ehring destaca que o presidente "não se importou nem um pouco com a suspensão de verbas para preservar a floresta" e chama o acordo entre Mercosul e União Europeia de "romance destrutivo".

O programa produziu até uma música ironizando falas do presidente. Na paródia da canção "Copacabana", gravada por Barry Manilow, há frases como "os povos originários da Amazônia precisam sair custe o que custar para criar fazenda e desmatar" e "O Bolsonaro fala, vai lá e desmata a mata, e se você falar sobre mudança climática, ele vai debochar".

No início da semana, o governo alemão anunciou a suspensão de R$ 155 milhões em financiamento de projetos para prevenir o desmatamento na Amazônia. Ao ser questionado sobre a decisão do país europeu, Bolsonaro declarou que a primeira-ministra alemã, Angela Merkel, deveria usar o dinheiro nas florestas do próprio país.

— Eu queria até mandar recado para a senhora querida Angela Merkel, que suspendeu 80 milhões de dólares pra Amazônia. Pega essa grana e refloreste a Alemanha, tá ok? Lá está precisando muito mais do que aqui — declarou.

Já na quinta-feira, a Noruega confirmou que vai suspender os repasses ao Fundo Amazônia, por discordar da gestão ambiental do governo Bolsonaro. Em resposta, mais uma vez, o presidente disse que a autoridade local deveria usar no próprio território o dinheiro que era ofertado ao Brasil.

— A Noruega não é aquela que mata baleia lá em cima, no Polo Norte, não? Que explora petróleo também lá? Não tem nada a oferecer de exemplo para nós. Pega a grana e ajuda a Angela Merkel a reflorestar a Alemanha — disse.


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo