Ariquemes (RO), 22 de outubro de 2019

Mundo

TERRORISMO 04/10/2019 21:31 fonte: Guiame, com informações do Barnabas Fund

Cinco cristãos da mesma família são mortos em ataque islâmico, em Burkina Faso

Os extremistas islâmicos já atacaram alvos cristãos pelo menos sete vezes este ano no mesmo local.

Cinco homens cristãos da mesma família foram mortos em 23 de setembro em um dos quatro ataques assassinos ocorridos no espaço de uma semana no norte de Burkina Faso.

No mesmo local, os extremistas islâmicos já atacaram alvos cristãos pelo menos sete vezes este ano.

Um contato do Barnabas Fund disse que um total de 35 pessoas foram mortas na província de Bam no tumulto que começou em 21 de setembro no distrito de Bourzanga, onde ataques a três aldeias deixaram nove mortos.

Em 23 de setembro, mais nove pessoas morreram, incluindo os cinco cristãos da mesma família, nas aldeias de Pissele e Boulkiba.

No dia 28 de setembro, um total de dez pessoas foram mortas na vila de Komsilga, incluindo uma pessoa sequestrada durante o ataque e mais tarde encontrada morta.

Mais ataques ocorreram na mesma noite, matando mais sete pessoas nas aldeias de Deneon, Singa e Norde.

O contato da organização cristã disse que a violência fez com que pelo menos 19.000 pessoas fugissem da área para a capital da província, Koungoussi.

Homens armados islâmicos realizaram pelo menos sete ataques este ano no norte de Burkina Faso, que antes de 2019 haviam escapado amplamente da violência islâmica.

O último ataque ocorreu no dia 27 de junho, quando sete pessoas foram identificadas como cristãs e executadas em Bani, enquanto outras foram autorizadas a libertar-se.

Esta série de ataques de 2019 começou em 28 de abril em Silgadji, quando homens armados prenderam um pastor, seu filho e quatro de sua congregação e exigiram que eles negassem sua fé cristã e se convertessem ao Islã.

Depois de recusarem, foram baleados um a um. Seis foram mortos em uma igreja em 12 de maio e quatro em uma parada cristã em 13 de maio.

Quatro foram assassinados em outra igreja em 26 de maio. O quinto e o sexto ataques relatados ocorreram nos dias 9 e 10 de junho, nos quais 29 foram massacrados por extremistas islâmicos.

O Barnabas Fund está fornecendo aconselhamento alimentar, de saúde e de trauma para mulheres e crianças cristãs que fugiram dos ataques em Burkina Faso no início deste ano.


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo