Policia

Rondônia 10/07/2018 17:18 G1

Detento do regime aberto é morto a tiros dentro da própria casa em Monte Negro

Vítima de 20 anos estava deitado na sala com uma irmã quando suspeito invadiu o local e efetuou os disparos. Infrator fugiu por uma trilha em meio a mata e não foi encontrado.

Um jovem de 20 anos, que cumpria pena no regime aberto, foi assassinado a tiros na noite de segunda-feira (9) dentro da residência onde morava, no Setor 5, em Monte Negro (RO), no Vale do Jamari. Segundo a Polícia Militar (PM), a vítima estava na sala junto com uma irmã quando o suspeito invadiu o imóvel, efetuou vários disparos contra ele e fugiu a pé por uma trilha.

Conforme o boletim de ocorrência, os policiais foram informados de que havia uma pessoa baleada na determinada residência e acionou uma equipe de socorro do Hospital Municipal de Monte Negro. Ele foi encaminhado com vida até a unidade hospitalar, mas ele não resistiu aos ferimentos.

Familiares relataram a PM que a vítima e uma irmã estavam deitados no sofá da sala quando o infrator invadiu o imóvel, sacou uma arma de fogo e efetuou cerca de cinco disparos contra o apenado. A irmã do jovem não foi encontrada no local.

A mãe da vítima, de 38 anos, disse aos militares que o suspeito fugiu do local a pé e correu em direção a uma trilha, que leva a uma mata fechada. Os policiais efetuaram buscas pela localidade, mas o suspeito não foi localizado.

Um médico de plantão informou a PM que a vítima apresentava uma perfuração no ombro, uma no tórax e outra na cabeça. O corpo da vítima foi liberado a uma funerária de plantão. O caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil de Monte Negro, onde o homicídio está sendo investigado.

Detento do regime aberto

De acordo com o Tribunal de Justiça de Rondônia (TJ-RO), o rapaz de 20 anos foi condenado em 2017 pela Comarca de Ariquemes (RO) a 5 anos de reclusão em regime semiaberto pelo crime de porte de arma ilegal.

O detento cumpria pena na Casa do Albergado de Ariquemes, mas em março deste ano, ele foi punido por um Procedimento Administrativo Disciplinar (PAD) por estar envolvido no incêndio provocado pelos próprios detentos na unidade prisional.

Com a punição, o detento regrediu para o regime fechado e passou a cumprir a pena no Centro de Ressocialização de Ariquemes. Mas em abril, a Justiça reconheceu que o detento não teve envolvimento no motim e retornou para o regime semiaberto.

No dia 14 de junho, a Vara de Execuções Penais de Ariquemes concedeu o benefício da progressão de regime ao detento e ele passou a cumprir a pena em regime aberto, onde passou a ser monitorado por tornozeleira eletrônica.


Sulenorte530f5faaa10d5 26904052 1401088410020007 3468956295198393236 n 19944622 1768075189889160 2633147811106186329 o
Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo