Política

18/01/2018 10:47

Ala do PT quer rifar candidatura de Marcos Pereira para favorecer Acir Gurgacz

Apresentado pelas lideranças do partido como o nome para representar a legenda em 2018 como pré-candidato ao Governo do Estado, o advogado Marcos Pereira começa a enfrentar suas primeiras resistências internas. Quando tudo parecia que a escolha estava sacramentada e que o partido iria caminhar no rumo de um projeto político de desenvolvimento e de mudanças, eis que surgem as forças ocultas que jogaram o partido no ostracismo em que ele se encontra.

Informações obtidas pelo site VIARONDONIA dão conta que uma ala do partido, encabeçada pela ex-senadora Fátima Cleide não quer Marcos Pereira na disputa, e negociar a legenda para o senador Acir Gurgacz. A denúncia é séria e envolve milhões, para ser mais exato R$ 6 milhões, dos quais R$ 2 milhões já teriam sido pagos. Se a denúncia for confirmada, será a pá de cal que falta para sepultar o partido e suas chances de voltar a disputar algum cargo de relevância no Estado.

Marcos Pereira surgiu no final do ano passado como o grande nome do PT para as eleições de 2018 e se notabilizou pelos seus projetos ousados de resgate da sigla e de um Governo que cortará privilégios para implantar a meritocracia entre os servidores que realmente produzem e dão retorno para o Estado, investimento maciço na educação, além de um programa de distribuição de renda, além do crescimento da economia através de projetos de sustentabilidade com base na área mineração.

Parece que o grande programa apresentado inclusive nos diretórios municipais do partido não teve a importância devida pela ala insurgente que está mais preocupada em salvar o próprio bolso. No último sábado 13.01, o Diretório Regional do PT, em Porto Velho, realizou uma reunião para definir a pré-candidatura do ex-presidente Lula à Presidência da República. Foi nesse encontro que a ex-senadora Fátima Cleide, apoiada pelo seu grupo de mulheres e asseclas, disse em alto e bom som que o Marcos Pereira “não tem vez no partido”, proibindo, inclusive de usar a estrela do partido.

A reportagem entrou em contato com o advogado Marcos Pereira e ele confirmou o teor da denúncia e deixou claro que a intenção da ala insatisfeita é “vender o partido e sua militância do como se fosse gado”.

Postado por Almi Coelho


705x90
340x90
Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo