Política

Rondônia 27/04/2018 12:02 Da assessoria

Projeto de Lei que proíbe repasse da cobrança do furto aos consumidores é aprovado na Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara dos Deputados

PL segue para apreciação da Comissão de Minas e Energia

A Comissão de Defesa do Consumidor, da Câmara dos Deputados, aprovou, nesta quarta-feira (25), que a cobrança do furto de energia não seja repassada aos consumidores que estão em dia com o pagamento. O Projeto de Lei nº 8.652/2017, de autoria da deputada federal Mariana Carvalho (PSDB/RO), segue para apreciação da Comissão de Minas e Energia.

"Os consumidores que pagam suas contas corretamente não podem sofrer por algo que não fizeram. Não podemos admitir que a flexibilização da cobrança dos prejuízos com furtos justifique o aumento nas faturas dos usuários dos serviços de energia elétrica", reforça a deputada.

Para o relator, Rodrigo Martins (PSB), há uma falta de fundamentação econômica e jurídica para essa cobrança. As taxas destinadas, segundo ele, não devem ressarcir as distribuidoras do prejuízo causado pelo furto.

"Não há, efetivamente, conexão causal entre o comportamento usual e contratual dos usuários dos serviços de energia elétrica e os desvios ilícitos de luz. Consequentemente, não podem os consumidores suportar os ônus dos prejuízos que essas irregularidades causam às distribuidoras, sob pena de se contrariar princípios essenciais do Código de Defesa do Consumidor, como o equilíbrio e a boa-fé nas relações de consumo", finalizou.

 


Ff68b8fe 4dd2 4658 a19b 54244f831894 Sulenorte530f5faaa10d5 26195397 398735003923231 7007675031640999292 n 26904052 1401088410020007 3468956295198393236 n 19944622 1768075189889160 2633147811106186329 o
Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo