Regional

Colorado do Oeste 22/12/2017 11:23 extraderondonia

Mulher dá à luz no chão do Hospital Regional

A dona de casa Ivonete Machado denunciou o descaso ocorrido com sua sobrinha Janete Machado Lopes, 31, que deu a luz no chão do Hospital Regional de Vilhena após ter sido atendida por um médico e uma enfermeira, que afirmaram que a mesma ainda não estava com dilatação suficiente. O fato ocorreu na quinta-feira (21).

A paciente teve sua bolsa gestacional rompida durante a madrugada, quando ainda se encontrava em sua cidade, Colorado do Oeste. De imediato, ela  foi levada ao Hospital Regional, e já chegou na unidade sentindo fortes dores, porém, após ser examinada pelo médico Luiz Diniz e pela enfermeira Maria das Dores, mais conhecida como “Dorinha”, foi encaminhada para um leito normal.

No entanto, as dores se agravaram e a paciente foi levada para  o centro cirúrgico, onde mais uma vez foi examinada e informada de que seu parto só aconteceria durante a noite.

GRITOS DE SOCORRO
Após ter sido deixada na companhia da irmã e ser instruída a caminhar, por volta das 13h30, Janete acabou dando a luz em pé e o bebê caiu no chão da sala.
 

Devido aos gritos de socorro da paciente e das gestantes que aguardavam no mesmo ambiente, o médico e a enfermeira responsáveis pelos cuidados com a parturiente entraram na sala e pegaram o bebê, colocando a mãe sobre o leito, onde foi realizada a assepsia.

Ivonete afirma que durante todo o tempo que passou em companhia da sobrinha, ambas foram tratadas com descaso e que em dados momentos a equipe ria da situação da paciente afirmando que partos rápidos como ela imaginava que seria o dela, só ocorrem em novelas.

VERSÃO DO DIRETOR

Em contato por telefone com o diretor do Hospital Regional Wagner Wasczuk Borges, a reportagem foi informada de que realmente a parturiente deu a luz no chão da sala da obstetrícia, porém, a mesma havia acabado de ser examinada e instruído a caminhar para acelerar a dilatação.

Wagner negou que em algum momento a equipe médica agiu com deboche ao caso da paciente ou tenha dito que a mesma só daria a luz durante a noite.

Sobre as alegações da denunciante sobre a enfermeira Maria das Dores ter dito que partos rápidos só ocorrem em novelas, o diretor também negou, afirmando que um boletim de ocorrências será registrado e Ivonete Machado terá que provar tais acusações.


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo