Ariquemes (RO), 22 de setembro de 2019

Regional

Rondônia 22/07/2019 14:09 G1/RO | Postado Izabella Coelho - DRT 1587/RO

Loja de dois andares ainda tem chamas após 36 horas de incêndio na Capital

Incêndio começou na noite de sábado (20) no último piso. Bombeiros estão indo ao local de hora em hora pra monitorar foco.

Pela segunda noite seguida o Corpo de Bombeiros ficou monitorando o foco de fogo na loja de dois andares da Avenida Nações Unidas, no Centro de Porto Velho. Na noite de sábado (20), um incêndio de grandes proporções destruiu o estabelecimento especializado na venda de peças e pneus de automóveis.

Segundo os bombeiros, entre a noite de domingo (21) e a madrugada desta segunda-feira (22) foram registrados novos focos de fogo pelo prédio. As chamas são baixas, pois ainda há combustão em materiais na estrutura.

O Corpo de Bombeiros diz que está indo ao prédio de hora em hora, para evitar que o fogo tome uma grande proporção.

Nenhuma equipe dos Bombeiros conseguiu entrar dentro do prédio devido aos focos existentes nos andares.

A Avenida Nações Unidas está interditada desde o sábado, sentido Sete de Setembro, por medida de segurança aos motoristas e pedestres.

Prédio de 25 anos

Fogo ainda continua em prédio no Centro de Porto Velho — Foto: Diêgo Holanda/G1

Segundo o proprietário da loja, Plínio Carloto, o prédio foi erguido há 25 anos na Avenida Nações Unidas. Atualmente a loja empregava 100 funcionários."Era minha loja xodó. Meu escritório ficava aqui", disse ele ao G1, no domingo.

O prédio destruído tem seguro, mas Plínio diz que todo prejuízo não será coberto.

"O seguro deve cobrir cerca de 50% do que foi destruído na parte material. Seguro é algo que a gente faz pensando em nunca querer precisar usar. Fazemos porque elimina um monte de problemas, mas não cobre tudo que perdemos", diz.

De acordo com o empresário, a loja deverá ser reconstruída no mesmo local. "Iremos fazer uma unidade mais bonita ainda e melhor", aponta.

O que se sabe até agora:

  • As chamas começaram no último piso
  • Prédio tinha muita graxa, pneus e óleo, o que fez propagar o fogo
  • Ninguém se feriu, pois a loja já estava fechada
  • Explosões foram registradas durante a noite
  • Segundo os proprietários, houve apenas danos materiais
  • Os prejuízos ainda não foram calculados pela loja
  • A estrutura não desabou por completo, pois o prédio foi erguido com material reforçado, segundo Bombeiros
  • A perícia coletou materiais no local e uma investigação vai apontar a causa do fogo
Fogo começou no terceiro piso, segundo testemunhas — Foto: Cássia Firmino/Rede Amazônica

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo