Rondônia

Ji-Paraná 29/05/2018 09:23 G1

Falta de combustível fez Rondônia Rural Show perder 30 mil visitantes em 2018, diz organização

Feira teve mais de 80 mil visitantes em 2017; neste ano foram 52 mil pessoas. Público também sentiu movimento mais baixo no parque.

A falta de combustível nos postos de Rondônia, causada pela greve dos caminhoneiros, fez o número de visitantes cair na 7ª Rondônia Rural Show, realizada em Ji-Paraná (RO) de 23 a 26 de maio. Segundo dados da Secretaria de Estado de Estado da Agricultura (Seagri), a expectativa era receber mais de 100 mil visitantes nos quatro dias de feira, mas apenas 52.852 passaram pelo parque neste ano. Em 2017, mais de 80 mil pessoas foram visitar os estandes.

Marcos Santos, 45, foi um dos produtores rurais que não conseguiu passar pelo bloqueio na região da Zona da Mata. Sem gasolina em Cacoal, Marcos ficou com medo de ficar a pé na BR-364 e decidiu não ir na feira.

"O risco de chegar em Ji-Paraná e não conseguir voltar era grande, pois não tinha como abastecer. Agora só no ano que vem vou poder ir ver os produtos da Rural Show", diz.

Segundo um servidor do governo que trabalhou na organização da Rondônia Rural Show, os bloqueios dos camihoneiros pelas rodovias de Rondônia também prejudicaram indiretamente na feira de negócios.

"Havia ônibus saindo de várias cidades do estado com produtores rurais, mas eles não conseguiram passar pelo bloqueio", afirma o organizador, preferindo não se identificar.

Em Rolim de Moura, por exemplo, estava previsto a saída de três ônibus com produtores rurais para a Rondônia Rural. Porém os veículos foram barrados por caminhoneiros entre a quarta-feira e a sexta-feira (25).

Parque tranquilo

Caio Mendes foi um dos 52 mil visitantes da feira neste ano. Ao G1, o jovem estudante diz que a movimentação no parque estava abaixo do normal, quando comparado ao ano passado. "Em 2017 eu vim e a gente nem conseguia andar pelas ruas. Já neste ano o movimento foi bem mais tranquilo", aponta.

Segundo dados divulgados pela Secretaria de Agricultura, a sexta-feira foi a que teve mais visitantes na Rondônia Rural: 17.380. O sábado, dia em que os caminhoneiros já tinham liberado os bloqueios, foi onde se registrou o número mais baixo de visitantes: 10.800.

A Seagri também divulgou o balanço das vendas na edição da feira até o último sábado: R$ 533 milhões foram fechados com negócios e vendas.

O dia com mais vendas foi a sexta-feira, com R$ 80 milhões em negócios. Só as agroindústrias faturaram mais da metade nesse dia: R$ 44 milhões em produtos comercializados.

História

A primeira edição da RRS aconteceu em 2012, com o foco principal na melhora da agricultura familiar, apresentando melhores tecnologias para o aumento na produção e renda de cada produtor. Mais de R$ 186 milhões em negócios foram fechados na primeira edição.

Já no ano seguinte, este valor mais que dobrou, chegando a R$ 294 milhões. Em 2014 subiu para R$ 530 milhões. Em 2015 foi para R$ 621,5 milhões, porém em 2016 houve queda nos negócios fechados, caindo para R$ 485,2 milhões.

Em 2017, a feira mudou de lugar e foi para um local definitivo, onde recebeu mais de 80 mil visitantes. Foram mais de 434 bandeiras expositoras e o número de negócios fechados voltou a subir e, superando todas as outras feiras: R$ 660 milhões.

Em 2018, a expectativa era que mais de 100 mil pessoas fossem ao local.


Ff68b8fe 4dd2 4658 a19b 54244f831894 Sulenorte530f5faaa10d5 26195397 398735003923231 7007675031640999292 n 26904052 1401088410020007 3468956295198393236 n 19944622 1768075189889160 2633147811106186329 o
Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo