Rondônia

Rondônia 30/05/2018 15:22 G1

Com greve dos caminhoneiros, mais de 1 mil frangos morrem por falta de ração em Rondônia

Várias cidades não estão recebendo rações. Produtores rurais decidiram parar com abate de aves na região por causa da greve.

Mais de 1 mil frangos morreram por falta de ração na região da Zona da Mata de Rondônia, durante a última terça-feira (29). As aves pertenciam a produtores de Ministro Andreazza (RO), Pimenta Bueno (RO), Rolim de Moura (RO) e Espigão D'Oeste (RO). Segundo informações dos criadores, a ração não chega aos municípios devido à greve dos caminhoneiros, que nesta quarta-feira (30) chegou ao 9° dia no estado.

A informação sobre a procedência das aves foi dada pela Associação dos Produtores Rondonienses de Aves e Suínos. As aves que morreram por falta de ração seriam abatidas e vendidas para os estados do Acre e Amazonas.

Por causa do movimento dos caminhoneiros, o abate destas aves está sendo suspenso na região da Zona da Mata. De 60 mil aves que eram abatidas por dias, os produtores estavam abatendo 40 mil aves por causa do movimento grevista.

Como a paralisação dos caminhoneiros continuam e mais de 1 mil frangos morreram, os produtores rurais decidiram suspender o abate, pois também não se tem local para guardar a carne e nem como transportar aos estados compradores.


Ff68b8fe 4dd2 4658 a19b 54244f831894 Sulenorte530f5faaa10d5 26195397 398735003923231 7007675031640999292 n 26904052 1401088410020007 3468956295198393236 n 19944622 1768075189889160 2633147811106186329 o
Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo