Rondônia

Rolim de Moura 11/10/2018 20:31 Da assessoria

Município e dono de bares se reúnem para debater problema de sujeira e som alto da região central

Poderá ser elaborada lei que proíba venda de bebidas em garrafas de
vidro.Poderá ser elaborada lei que proíba venda de bebidas em garrafas de
vidro.

Atendendo a ofício do Ministério Público em que pede providências 
sobre constantes reclamações de moradores das ruas Rio Madeira, Barão de 
Melgaço, Norte Sul com a Fortaleza e nas proximidades, em que algumas 
pessoas que frequentam os locais citados, elevam o volume do som de seus 
carros e passam a madrugada inteira perturbando o sossego das pessoas 
que moram na localidade.
        Os moradores também relataram ao MP que a aglomeração de pessoas 
deixa as caçadas interditadas e ainda que o local fica cheio de lixo e 
garrafas quebradas. Procurando buscar solução para o problema, o diretor 
de fiscalização do município, Marcelo Franskoviak se reunião nesta 
quinta-feira com os representantes de estabelecimentos comerciais 
pertencentes ao centro da cidade, junto com os setores de fiscalizações 
de posturas, tributária, Meio Ambiente e Trânsito.
        Durante a reunião um comerciante disse que os atos praticados por 
particulares, na maioria das vezes não compram nos estabelecimentos 
comerciais próximo e só vão ao local para praticar vandalismo. O 
presidente da reunião foi taxativo ao afirmar que se não houver solução 
para resolver principalmente a situação das garrafas quebradas em via 
pública, poderá ser elaborado um projeto de lei proibindo a venda de 
bebidas em garrafas de vidro.
        Braian Kerber do “ Café Fernando Pessoa” sugeriu que seja feito 
uma força tarefa para conscientizar os consumidores não quebrarem mais 
garrafas.  Em Nome do “ Empório Mix” Yuri Mesquita, sugeriu que os 
comerciantes se reúnam e contratem um segurança para orientação e 
conscientização no. Local, durante um período de 60 dias, como 
experiência sendo que o profissional deverá chamar a polícia e redigir 
relatório com os devidos dados dos infratores. Ficou cordado que os 
estabelecimentos comerciais se comprometem em fazer o que for necessário 
para solucionar os problemas e que o município irá trabalhar de modo 
ostensivo e consciente.

 


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo