Saúde

Rondônia 24/07/2018 10:12 G1

Carreta de prevenção à hanseníase realiza exames gratuitos em Ariquemes

Atendimentos acontecem nesta segunda (23) e na terça (24), no Centro Cultural Lídio Sohn. É necessário a apresentação do cartão do Sistema Único de Saúde (SUS) para ser atendido.

Exames e orientações para detectar e prevenir a hanseníase estão realizados até a próxima terça-feira (24) em Ariquemes (RO), no Vale do Jamari. Conforme a Agência Estadual de Vigilância em Saúde, mais de 30 casos da doença foram diagnosticados no estado desde que a mobilização começou a ser feita pela carreta itinerante do Projeto Roda Hans, no dia 2 de julho.

O projeto é realizado em parceria com as Secretarias de Saúde do Município (Semsau) e do Estado (Sesau). Além dos exames, o objetivo é conscientizar a população sobre a importância da prevenção, do diagnóstico e do tratamento da hanseníase.

Segundo o assessor de comunicação da Agevisa, Anísio Gorayeb, a Organização Mundial da Saúde (OMS) estipula que para se ter um controle da doença o número necessário é de um caso a cada 10 mil habitantes.

“Não detectamos a doença em Ariquemes ainda, mas a gente fica preocupado porque temos encontrado casos da doença nos outros municípios como Buritis, Guajará-Mirim, Nova Mamoré, Cujubim, Itapoã do Oeste, Porto Velho”, comentou.

Em Ariquemes, a carreta iniciou os atendimentos nesta segunda-feira (23) e atenderá no Centro Cultural Lídio Sohn, localizado na Rua Rio Madeira, Setor Institucional. Para ser atendido, é necessário que o cidadão apresente o cartão do SUS. O horário de atendimento é da 8h às 12h e das 14h às 17h.

Ao todo, a campanha percorrerá por 18 municípios do Estado até o dia 24 de agosto. Só no primeiro semestre do ano, houve mais de 200 diagnósticos da hanseníase. Por conta disto, Rondônia é o sexto estado do país com maior número de casos.

“É importante salientar que a hanseníase tem cura e o exame de diagnóstico, medicamentos e tratamentos são feitos na carreta. Depois que a carreta for embora, todo o tratamento é gratuito”, esclareceu Anísio.

Doença

Segundo o Ministério da Saúde, a hanseníase é uma doença crônica e infecciosa, que evolui de forma lenta e quieta. Os sintomas da doença são:

  • Manchas esbranquiçadas, avermelhadas ou amarronzadas, em qualquer parte do corpo, com perda ou alteração de sensibilidade térmica (ao calor e frio), tátil (ao tato) e à dor, que podem estar principalmente nas extremidades das mãos e dos pés, na face, nas orelhas, no tronco, nas nádegas e nas pernas;
  • Área de pele seca e com falta de suor, com queda de pelos, especialmente nas sobrancelhas; sensação de formigamento;
  • Dor e sensação de choque, fisgadas e agulhadas ao longo dos nervos dos braços e das pernas, inchaço de mãos e pés; diminuição da força dos músculos das mãos, pés e face devido à inflamação de nervos, que nesses casos podem estar engrossados e doloridos.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo