Últimas Notícias

Rondônia 26/07/2018 10:05 G1

Com estoque baixo de vacina contra sarampo, Semusa anuncia prioridade na imunização de crianças em Porto Velho

Das 30 mil doses recebidas, 28 mil foram aplicadas, mas a maioria em adultos. Prioridade é para crianças com idades até cinco anos.

Com o estoque baixo de vacinas contra o sarampo, a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) de Porto Velho deve priorizar crianças com idades até cinco anos na imunização contra a doença. A informação foi afixada em cartazes em postos de saúde da cidade nesta quarta-feira (25).

A medida, de acordo com Elizete Gomes, Coordenadora de Imunização da Saúde, deve-se ao pequeno número de crianças que foi alcançado ao longo das últimas campanhas. “As crianças são prioritárias, mas os pais não estão levando os filhos para vacinar”, alertou, acrescentando que, das 30 mil doses recebidas pelo município, 28 mil já foram distribuídas, mas a maioria foi aplicada em adultos.

Elizete explica que a vacinação de rotina é destinada a pessoas com idades entre cinco e 49 anos, por isso tantos adultos foram vacinados. “A orientação é que maiores de cinco anos apresentem carteira de vacinação, para que seja avaliada a necessidade da vacina”, diz. A coordenadora salienta que para viajantes, a vacinação é obrigatória.

Segundo Elizeth Gomes, a coordenação estadual já fez pedido de novas vacinas, mas o Ministério da Saúde entende que não é o momento de vacinar toda a população, uma vez que os dois únicos casos da doença registrados em Rondônia eram em pessoas que vieram de fora do estado. “As prioridades do Ministério da Saúde são Amazonas e Roraima”, afirmou Elizete. “Receberemos apenas as cinco mil doses para campanhas normais, voltadas às crianças”.

Com a crescente procura pela vacina, pessoas como a secretária Carla Alves, que tenta imunizar as duas filhas, de 2 e 10 anos, acabam tendo que enfrentar filas ou até passar de posto em posto em busca da vacina. “Desde o começo do mês tento vacinar minhas filhas. Já fui em quatro postos, mas nunca consigo pegar ficha”, lamenta. Carla mora no bairro Areal, ao lado de uma Unidade Básica de Saúde.

A mesma situação vive o servidor público Orlando Surita que, segundo ele, faltou ao trabalho nesta quarta-feira para tentar vacinar a filha de três anos. “Onde vou está sempre lotado, e o difícil é pegar ficha para ter acesso à sala de vacina”, reclama.

Segundo a Semusa, a vacina contra sarampo estará suspensa para adultos até a próxima sexta-feira (27), devendo voltar ao normal na segunda-feira (30), quando chegam as doses mensais enviadas pelo Ministério da Saúde.


Sulenorte530f5faaa10d5 26904052 1401088410020007 3468956295198393236 n 19944622 1768075189889160 2633147811106186329 o
Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo