Últimas Notícias

Brasil 07/06/2019 11:17 Daiana Barasa

Conheça os melhores cafés do mundo

Bebida mais popular do mundo, o café é produzido em diversas regiões com diferentes grãos; Brasil segue o líder nas exportações

É impossível contar a história do Brasil sem passar pelo ciclo do café. Foi muito graças à produção cafeeira que hoje essa é a bebida mais popular do planeta. Mais raro em séculos passados, o grão era visto como uma espécie de “elixir”, ou uma bebida altamente energizante, que era consumida somente pela alta sociedade. Somente após a explosão do ciclo do café no Brasil, mais especialmente no estado de São Paulo, é que a bebida passou a ser acessível mundialmente.

Brasil é o líder de exportações de café para o mundo já há bastante tempo. No entanto, a população brasileira é somente a décima quinta no ranking dos países que mais consomem café no planeta. A média anual é de 5,8 quilos para os brasileiros. O país que lidera o ranking surpreende: trata-se da Finlândia. O gélido país europeu tem uma média de consumo anual de 12 quilos por pessoa. Aliás, curiosamente, todo o top 3 dos maiores bebedores de café do mundo são países gelados – além da Finlândia, Noruega e Islândia completam o topo.

Porém, nem só de café brasileiro vivem esses países. Diversas regiões do planeta produzem café, com diferentes climas e técnicas de cultivo, que acabam resultando numa grande variedade de sabores – e valores. Por isso preparemos uma lista com alguns dos melhores e mais caros cafés do mundo. Vale adiantar que alguns são altamente exóticos. Conheça-os a seguir, bem como as suas origens.

Café Tanzânia Peaberry

Cultivado em famosos Montes, como o Meru e o Kilimanjaro, o Peaberry é um grão de café arábica brilhante, com corpo médio e uma deliciosa acidez em tons frutados. Os melhores cafés da Tanzânia, país africano mais conhecido por ser a terra natal do cantor Freddie Mercury, têm sabores profundos e ricos, muitas vezes trazendo notas de groselha preta, que amolecem ao chocolate e, em seguida, misturam-se com o final persistente e doce do café. O ideal é experimentar a bebida em torra média, que proporciona um aroma floral e complexo, com notas de abacaxi, frutas cítricas e coco. Apesar da sua complexidade, o sabor é delicado, por vezes revelando notas de vinho e uma sensação aveludada no palato.

Café Kona do Havaí

O melhor café havaiano é cultivado a cerca de 2000 metros acima do nível do mar, nas encostas férteis dos vulcões Mauna Loa e Hualalai, na Ilha Grande do Havaí. O café Kona é famoso por seu sabor leve e delicado. Bem equilibrado, com corpo médio, O Kona chega à xícara com uma acidez brilhante e alegre. O café Kona revela muitas vezes aromas amanteigados. Em outros momentos, ele pode parecer picante, com um excelente final aromático.

Café Sumatra Kopi Luwak

Café mais caro do mundo, os grãos do Kopi Luwak passam por um processo muito especial de preparação que fornece aroma e sabor únicos à bebida. Antes de serem torrados, eles são ingeridos e processados pelo estômago e intestino de pequenos mamíferos conhecidos como civetas. Você não entendeu mal: os grãos do café mais caro do mundo são expelidos nas fezes desses animais antes de irem para as prateleiras. Produzido nas ilhas de Sumatra, Bali e Java, o quilo do Kopi Luwak custa, em média, US$ 500 na Indonésia. No Brasil, é possível degustar uma xícara pequena da bebida por cerca de R$25. No entanto, é difícil encontrá-lo por aí. O produto está disponível apenas em cafeterias gourmets.

Café Sulawesi Toraja

Este café multidimensional é cultivado no sudeste de Sulawesi. Conhecido pelo seu sabor rico e expansivo, o café Sulawesi Toraja é muito bem equilibrado e exibe notas de de chocolate amargo e frutas maduras. A acidez é pouco tonificada, mas vibrante, com menos corpo do que um café de Sumatra, por exemplo. O grão tem mais terrosidade do que um típico café em grão arábica.

A doçura rústica de Toraja e as notas de frutas criam um sabor intenso, com uma nota picante, semelhante à dos melhores cafés de Sumatra. O café Toraja é processado usando o método de casco úmido Giling Basah. Recomenda-se uma torra escura para esse grão.

Café do Quênia AA

Sem dúvidas um dos melhores cafés do mundo, o Quênia AA é cultivado numa altura de 2.000 pés acima do nível do mar, nos altos planaltos do país africano homônimo. Os melhores grãos de café AA do Quênia trazem um corpo sólido, com sabor forte e rico e uma acidez agradável. Para alguns, é o café mais saboroso do mundo. O aroma do Quênia AA é perfumado com tons florais, enquanto o acabamento é adocicado, com toques de frutas vermelhas e frutas cítricas.


Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo