22.2 C
Ariquemes
sexta-feira, fevereiro 26, 2021
Início Justiça Agora é lei, agressores de mulheres são obrigados a participarem de programas...

Agora é lei, agressores de mulheres são obrigados a participarem de programas de reeducação

A Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju), por meio da Gerência de Políticas e Proteção às Mulheres da Diretoria de Direitos Humanos, comemorou a sanção da Lei 13.984/20, ocorrida no dia 3 deste mês, que obriga o comparecimento de agressores de mulheres em programas de recuperação. A norma altera o artigo 22º da Lei Maria da Penha (Lei 11.340/06) e tem o objetivo de ampliar a proteção de mulheres vítimas de violência, através da reeducação do agressor.

A alteração estabelece como medidas protetivas de urgência a obrigatoriedade da frequência de agressores em centros de educação e reabilitação e o acompanhamento psicossocial do agressor, de forma individual ou em grupo. Com a mudança, projetos já desenvolvidos de grupos reflexivos com homens agressores podem atingir um número maior de pessoas e, consequentemente, ampliar a proteção de mulheres.

A gerente de Políticas e Proteção às mulheres da Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça, Flávia Laís Munhoz, comemora a mudança e acredita que isso poderá auxiliar na diminuição dos índices de reincidência. “Essa conquista contribui de forma a evitar a reincidência da agressão. Ela proporciona a oportunidade do agressor de participar de grupos de reabilitação, no qual ele poderá refletir sobre a violência por ele praticada, de modo que não só entenda a gravidade dos seus atos, mas principalmente não volte a repetí-los, por isso a importância do trabalho e acompanhamento psicossocial”, ressaltou.

Mais Populares

UTI’s são fechadas em Rondônia e secretário joga a toalha 

Nesta manhã de quinta, 25, Máximo utilizou a rede social para mandar um recado direto, aos desumanos, que ainda insistem numa aglomeração em praças...

Eletricista morre após sofrer descarga elétrica em propriedade rural em Santa Luzia

Um eletricista, identificado por Hamilton Lourenço da Silva, acabou morrendo durante a tarde desta quarta-feira, 24, em uma propriedade rural na linha 184, lado...

Boletim diário sobre coronavírus em Rondônia

O Governo de Rondônia, por meio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) e a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), divulga os...
Skip to content