22 C
Ariquemes
sexta-feira, abril 23, 2021
Início Esporte Bolívia conclui que empresa e piloto foram responsáveis por tragédia da Chapecoense

Bolívia conclui que empresa e piloto foram responsáveis por tragédia da Chapecoense

Três semanas depois do trágico acidente com o avião da Chapecoense na Colômbia, o governo da Bolívia concluiu que a empresa Lamia e o piloto da aeronave, Miguel Quiroga, foram os responsáveis pela tragédia que matou 71 pessoas e abalou o mundo do esporte. O anúncio foi feito nesta terça-feira, depois de investigação conduzida pelo ministro de Obras Públicas boliviano, Milton Claros.

O voo que levava a Chape para o jogo de ida da final da Copa Sul-Americana saiu de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, em direção a Medellín, na Colômbia, com níveis de combustível incompatíveis com a viagem. A decisão de não reabastecer no meio do trajeto, na cidade boliviana de Cobija, teria sido tomada pelo próprio Miguel Quiroga, que também acabou falecendo no acidente.

Segundo o ministro Claros, houve uma “cadeia de erros” que culminaram na tragédia. Além da falta de combustível, a investigação concluiu que funcionários de aviação foram negligentes em relação à fiscalização do voo.

Um desses funcionários é Celia Castedo, que assinou o plano de voo e foi intimada nesta terça-feira a prestar depoimento à Justiça boliviana no dia 3 de janeiro junto de Marco Rocha Venegas, sócio da Lamia. Celia, que trabalhava na AASANA (Administração de Aeroportos e Serviços Auxiliares à Navegação Aérea da Bolívia), está refugiada no Brasil, em Corumbá (MS), desde o dia 6 de dezembro. Ela pediu asilo político alegando ter recebido ameaças de morte na Bolívia.

Mais Populares

Cúpula do Clima faz deputados aprovarem às pressas projeto que regulariza invasões em Unidades de Conservação

De iniciativa do governador bolsonarista Marcos Rocha (sem partido), o projeto previa alterar os limites da Reserva Extrativista Jaci-Paraná e do Parque Estadual de...

Força-tarefa de Combate a Queimadas do MPRO pede providências para declaração de inconstitucionalidade de PLC que reduz unidades de conservação

A Força-Tarefa de Combate a Queimadas e Incêndios Florestais do Ministério Público do Estado de Rondônia (MPRO) encaminhou à Procuradoria-Geral de Justiça uma Representação...

Novos preços de referência do leite são publicados em Rondônia pelo Conseleite

O Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri), divulga os novos “preços de referência” para o leite em Rondônia...

Boletim diário sobre coronavírus em Rondônia

O Governo de Rondônia, por meio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) e a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), divulga balanço...
Skip to content