31.3 C
Ariquemes
terça-feira, janeiro 26, 2021
Início Notícias Comarca de Cacoal é pioneira em proferir sentença pelo PJe Criminal

Comarca de Cacoal é pioneira em proferir sentença pelo PJe Criminal

O juiz  da 2ª Vara Criminal de Cacoal Ivens dos Reis Fernandes entrou para a história do Judiciário rondoniense ao proferir a primeira sentença condenatória de mérito, no campo de competência das varas criminais, utilizando as ferramentas do PJe Criminal – Processo Judicial Eletrônico. A ação condenou o réu pelo crime de tráfico de drogas. A condenação proferida foi de um ano e oito meses de reclusão, além da multa fixada em R$ 5.782,00 (cinco mil setecentos e oitenta e dois reais).

A decisão foi proferida depois de quase dois meses após a distribuição do processo no PJe. Na audiência de instrução e julgamento, todos os ritos legais foram respeitados, bem como as oitivas das testemunhas, o interrogatório do réu e as argumentações das partes. Uma das vantagens proporcionadas pela nova tecnologia consiste na economia de recursos, tempo e pessoal durante a operacionalização do processo.

Outro aspecto positivo é o aprimoramento do trâmite processual, visto que, a ferramenta proporciona maior agilidade na prestação dos serviços jurisdicionais, conforme relata o juiz Ivens dos Reis Fernandes. “Alguns pontos ainda estão sendo ajustados, pois foi necessário adequar o sistema ao fluxo criminal. O trabalho do cartório também está mais otimizado, e isso reflete uma melhor prestação jurisdicional”, avalia o magistrado.

O PJe Criminal compõe as metas traçadas pela Corregedoria Geral da Justiça para o biênio 2020-2021. O distanciamento social e as medidas restritivas recomendadas pelas autoridades sanitárias durante a pandemia do novo coronavírus (COVID-19) foram os fatores que estimularam o Judiciário a implantar esse sistema inovador nas Varas Criminais, em um momento em que a sociedade busca conter a propagação do vírus. O sistema foi implantado em junho com a distribuição dos processos nas Varas e Juizados Criminais de Cacoal, comarca piloto do projeto.

A proposta da Corregedoria Geral de Justiça é que a implantação do PJe Criminal ocorra em 87 unidades judiciárias do Estado. “O PJe Crim é ambientalmente correto por não haver gasto de papel, traz agilidade na remessa dos autos às partes e possibilita consulta integral online do processo. Além disso, traz segurança aos servidores, partes e demais integrantes da Justiça, já que facilita o home office, sem risco sanitário”, assegura o juiz auxiliar da corregedoria, Cristiano Mazzini.

·         Com informações da Assessoria de Comunicação Institucional do TJ/RO

Mais Populares

Caminhão tanque tomba na BR-364, em RO

Na manhã desta terça-feira (26) aconteceu um acidente de um caminhão tanque que tombou na BR 364, sentido Ouro Preto d’Oeste no trecho conhecido...

homem recebe punição do CV após ter espancado esposa grávida, cenas fortes: Veja o vídeo

"Tribunal do Crime’  dá punição em homem, após ter espancado a esposa, que ainda por cima estava grávida dele. O caso aconteceu no estado...

Exército está preparado para transferir 100 pacientes de Rondônia

O Exército Brasileiro está atuando em apoio a Sesau (Secretaria de Estado da Saúde) para dar suporte logístico ao traslado de pacientes de Covid-19...

Dnit restringe circulação de veículos pesados na BR-319

Uma portaria Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), publicada no Diário Oficial, nesta terça-feira (26), determina uma série de restrições na circulação de veículos...
Skip to content