Como fazer a tradução e a certificação de documentos?

Para quem não sabe, a tradução certificada é aquela que se faz quando é preciso lidar com documentos de cunho legal, que exigem certificação do tradutor a fim de provar que ele é um profissional capacitado para traduzir aquele conteúdo. Uma tradução certificada é aquela feita por um tradutor profissional que atesta por escrito sobre a integridade e precisão da tradução. Com sua experiência e formação, ele garante que o conteúdo no idioma destino está de acordo com o conteúdo no idioma de origem. 

Algumas instituições (faculdades, tribunais, agências governamentais, etc.) exigem certificação de tradução quando requerem prova de equivalência entre o conteúdo do documento original e o documento traduzido. O tradutor é uma parte fundamental na validação desta equivalência linguística.

Diferença entre certificação e juramentação

Na hora de buscar a tradução e certificação de documentos, muitos se confundem com a juramentação de documentos, mas esses dois conceitos se diferem um pouco e é preciso compreender essa diferença para evitar erros e invalidações de documentos.

Para entender melhor o que é certificação de documentos, imagine o seguinte exemplo:  uma faculdade no Brasil exige a apresentação da tradução de determinado documento de certificado referente a participação de um aluno em um congresso. Esse documento é internacional, e não precisa ser juramentado, mas é necessário que o tradutor, além de assinar o documento, apresente um certificado de experiência profissional ou de formação acadêmica em tradução para que esse documento seja aceito pela universidade.

O mesmo aconteceria no caso de uma universidade no exterior que exige uma versão (isto é, uma tradução de português para outro idioma) de um diploma e/ou outros documentos emitidos no Brasil. Para assegurar a veracidade das informações, pode ser que a universidade também exija que o tradutor apresente determinados comprovativos quanto a suas competências – e que assine o documento, claro. 

Esses são dois exemplos de tradução certificada: elas não necessitam de um tradutor juramentado, mas exigem uma certificação que comprovem as habilidades do profissional, diferente da tradução simples que pode ser efetuada por qualquer pessoa.

Na hora de fazer uma tradução e certificação de documentos, é interessante confiar esse trabalho nas mãos de empresas especializadas no assunto, como a Protranslate. Essas empresas contam com equipes com experiência do profissional e competências acadêmicas que garantem a comprovação de que o trabalho de tradução terá a qualidade desejada.

Concluindo

Vale lembrar que diferentes países (ou consulados) podem ter suas próprias regras em relação à certificação dos documentos, por isso é melhor verificar com eles antes de começar a organizar suas viagens.

 

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Almi Coelho

Almi Coelho

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários