24.2 C
Ariquemes
sábado, janeiro 23, 2021
Início Notícias Coronavírus totalmente fora de controle em Rondônia e com crescimento acelerado na...

Coronavírus totalmente fora de controle em Rondônia e com crescimento acelerado na última semana

A causa dessas bruscas oscilações é uma grande subnotificação em alguns dias, com o atraso na divulgação de resultados de exames que estão sendo enviados à Fiocruz – por causa da falta de kits PCR no LACEN

O governo de Rondônia continua omitindo da população um fato grave: a falta de kits para exame PCR no LACEN (laboratório do Estado). Em função disso uma grande quantidade de amostras de exames – para confirmar novos casos e causas de mortes – está sendo enviada à Fiocruz no RJ e leva alguns dias para sair os resultados. Isso explica as absurdas variações nos números divulgados na última semana, que variaram de 237 novos casos no dia 26/07 a 2.302 em 22 de julho. A falta de kits PCR foi denunciada em matéria do jornal “O Estadão” de SP, em 13/07/2020, no link: https://saude.estadao.com.br/noticias/geral,ministerio-entrega-kit-incompleto-e-brasil-so-atinge-20-da-capacidade-de-testes,70003361971

A coluna fez uma análise da evolução nas últimas quatro semanas, de 30 de junho até esta segunda-feira (27), dos novos casos de coronavírus e mortes por covid-19, em Rondônia e na Capital, e constatou que nas três primeiras semanas  deste período – de 30/06 a 20 de julho – houve uma média diária, em cada  semana, de novos casos de contaminação de 427, 447 e 393, respectivamente, em todo Estado, destes 193, 197 e 156 na Capital, tabela abaixo. Neste mesmo período o número de mortes na média diária em cada semana variou de 7, 13 e 9 no Estado e de 2, 7 e 4 em Porto Velho.

A causa dessas bruscas oscilações é uma grande subnotificação em alguns dias, com o atraso na divulgação de resultados de exames que estão sendo enviados à Fiocruz – por causa da falta de kits PCR no LACEN, desde 06 de julho – para em seguida haver uma explosão dos números quando estes resultados chegam e são divulgados.

Da análise da evolução destes dados, percebe-se que o descontrole causado pelo atraso na divulgação dos exames que vão para a Fiocruz “esconde” o crescimento de novos infectados/mortes em um período, como nas três primeiras semanas de julho, para em seguida causar uma explosão, como ocorreu na semana de 21 a 27/07, quando a média diária na semana mais que dobrou, 907 novos casos, sendo 554 em Porto Velho, e 17 mortes, com 11 na Capital.

Os números desta última semana, mesmo com uma clara subnotificação nos dias 26 e 27 de julho, onde os novos casos “despencaram” artificialmente para 237 e 338 respectivamente – certamente um reflexo da falta de kits de exame PCR no LACEN – comprovam que a pandemia está descontrolada e em crescimento acelerado em Rondônia, principalmente na Capital.

Mais Populares

Radialista sofre atentado a bala enquanto apresentava programa e morre a caminho do hospital em Vale do Anari, RO

Um radialista foi morto no início da noite deste sábado, na emissora de rádio Anari FM 87,9, em Vale do Anari (RO), enquanto trabalhava...

CRISE NA SAÚDE: Rondônia pede ajuda para transferir pacientes para outros estados por falta de leitos de UTI

Segundo o jornal Folha de S.P, 42 pessoas aguardam na fila para internação na UTI. O secretário Estadual de Saúde, Fernando Máximo, participou de uma...

Boletim diário sobre coronavírus em Rondônia

O Governo de Rondônia, por meio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) e a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), divulga os...

COMBOIO QUE LEVA OXIGÊNIO PARA MANAUS-AM ENFRENTA DIFICULDADES NA BR-319

Comboio que leva 100 m3 de oxigênio para Manaus enfrenta dificuldades na BR-319. A BR possui maiores dificuldades nesta época do ano por conta...
Skip to content