Deputada Jaqueline Cassol destaca benefícios para servidores federais de Rondônia

Nós entregamos um ofício apontando mais de 17 itens e o presidente pediu à equipe dele, para que tomassem as providências necessárias, disse a deputada.

Em entrevista para a Rádio Web Sindsef, na segunda-feira (5), a deputada federal Jaqueline Cassol (PP-RO), falou sobre diversos assuntos que envolvem os servidores federais. Entre eles, a reunião da bancada federal de Rondônia e o presidente Jair Messias Bolsonaro (sem partido), onde foi discutida a transposição dos servidores do ex-território.

Embora nós que estávamos na reunião gostaríamos de ter saído com uma solução imediata, eu avalio o encontro de forma positiva, pois o presidente mostrou boa vontade em querer que as coisas se resolvam. Nós entregamos um ofício apontando mais de 17 itens e o presidente pediu à equipe dele, para que tomassem as providências necessárias”, disse a deputada.

A transposição foi aprovada no ano de 2009, quando a deputada ocupava o cargo no Governo do Estado de Rondônia de Secretária de Assuntos Estratégicos, após 12 anos esse processo continua caminhando de forma lenta.

Outro assunto abordado durante a entrevista, foi o projeto de lei 3.805 de 2020, apresentado pela deputada Jaqueline. “Esse projeto trata da suspensão dos empréstimos consignados de servidores públicos civis e militares, ativos e inativos, dos poderes Legislativo, Executivo e Judiciário, da União, dos Estados, dos Municípios e do Distrito Federal, como medida excepcional, enquanto durar o estado de calamidade, decretado por causa da pandemia. Ele já está tramitando e estamos esperando o parecer”, destacou a deputada.

A deputada ainda falou sobre uma sugestão que fez ao Ministro da Justiça, que seja elaborada uma lei com escopo de conceder indenização pela lotação em localidades de fronteiras aos agentes federais de execução penal e também aos servidores indigenistas que atuam em área de fronteira.

“Entendo que se os demais órgãos recebem, esses servidores também têm o direito a receberem as gratificações”, afirmou a deputada. Essa sugestão está aguardando resposta do Ministério da Justiça.

Ao final da entrevista, os apresentadores da Rádio Web Sindsef, que é um canal de comunicação do Sindicato dos Servidores Públicos Federais no Estado de Rondônia, deixaram o espaço aberto para a deputada Jaqueline Cassol, para quando ela quiser retornar com mais assuntos importantes para os servidores.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Almi Coelho

Almi Coelho

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários