DER avança na obra de recapeamento asfáltico na RO-140 que garante acesso a Cacaulândia

Quatrocentos e cinquenta metros de recapeamento asfáltico já foram concluídos pelo Governo de Rondônia, por meio do Departamento Estadual de Estradas Rodagem e Transportes (DER), na rodovia 140, que dá acesso ao município de Cacaulândia.

Conforme o DER, as equipes executaram a obra  com agilidade e qualidade. “Foi feito todo um trabalho de base antes de aplicarmos a capa asfáltica, com isso garantimos resultados duradouros e melhor uso dos recursos públicos. A RO-140 já recebeu trabalhos de manutenção nos demais trechos e estudo do solo, assim  entregamos para os usuários  uma obra durável para que todos possam ir e vir com segurança. A estrada agora está em boas condições”, destacou João Paulo, gerente da Usina de Asfalto de Jaru, onde é produzido o asfalto CBUQ (Concreto Betuminoso Usinado a Quente) utilizado na obra.

O DER continua o trabalho e avança com várias equipes em campo. São melhorias de infraestrutura, que levam benefícios para a população rondoniense, como: asfalto, troca de pontes antigas por novas, patrolamento, encascalhamento, tudo para deixar as estradas, sob a responsabilidade do Departamento, trafegáveis.

O diretor-geral do órgão, Elias Rezende, destaca o empenho das equipes que, sem medir esforços, se dedicam às ações. “Já garantimos melhorias significativas durante o período de chuvas e os trabalhos continuam para cumprirmos as solicitações do governador Marcos Rocha, de garantir rodovias trafegáveis em todas as regiões, com durabilidade e economicidade nos resultados. A RO-140 é importante não apenas para Cacaulândia, mas também para cidades vizinhas. Por isso, nos preocupamos em manter em boas condições de tráfego”, finalizou o diretor-geral.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Almi Coelho

Almi Coelho

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários