23 C
Ariquemes
terça-feira, janeiro 19, 2021
Início Notícias Doria dá xeque-mate em Bolsonaro: em SP, vacinação tem dia para começar…

Doria dá xeque-mate em Bolsonaro: em SP, vacinação tem dia para começar…

“Triste o país que tem um presidente que não tem compaixão com os brasileiros”, desabafou o governador João Doria, ao anunciar hoje, no Palácio dos Bandeirantes, o início da campanha de vacinação em massa contra a Covid-19.

Doria já marcou o dia: a 25 de janeiro de 2021, começa a vacinação de 9 milhões de pessoas em São Paulo, priorizando os profissionais de saúde, os idosos com mais de 60 anos, quilombolas e indígenas.

“Por que esperar março, como quer o governo federal, se podemos começar a salvar vidas já em janeiro?”, indagou várias vezes o governador, em aberto desafio aos planos do Ministério da Saúde, que vem protelando um plano nacional de imunização.

Com ou sem o aval da Anvisa, Doria deu a entender que não aceitará nenhum adiamento no início do Plano Estadual de Imunização anunciado nesta segunda-feira, pois a Coronavac, a vacina desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac, em parceria com o Instituto Butantan, já foi aprovada em todos os testes de segurança e eficiência.

“A vacina do Butantan não pode mais ser adiada, deve ser aplicada imediatamente, para salvar vidas e não sobrecarregar ainda mais o sistema de saúde. Precisamos da união de todos contra a luta ideológica e o negacionismo, chega de politizar essa questão”, afirmou o governador, visivelmente emocionado, sem citar o nome do presidente Bolsonaro, ao lado de Dimas Covas e de outras autoridades do governo paulista.

Na 150ª entrevista coletiva que concedeu no Bandeirantes, desde o início da pandemia, Doria anunciou também que 4 milhões de vacinas serão disponibilizadas para profissionais de Saúde de outros Estados.

Ao mesmo tempo, dando prosseguimento ao processo de militarização da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para manter o controle do programa de imunização contra a Covid-19, no dia 12 de novembro Bolsonaro indicava o tenente-coronel reformado do exército Jorge Luiz Kormann para assumir um dos cinco cargos da diretoria.

Sem nenhuma experiência anterior no desenvolvimento de vacinas, Korman deve liderar a unidade encarregada de aprovar os imunizantes, se o seu nome for aprovado pelo Senado, mera formalidade burocrática. Assim, a Anvisa, um órgão técnico do Ministério da Saúde, hoje comandado por um general, terá maioria de militares na diretoria.

“A Anvisa hoje está sendo aparelhada por diretores aliados com a postura negacionista e irresponsável do ponto de vista sanitário do Bolsonaro”, advertiu o deputado Alexandre Padilha (PT-SP), ex-ministro da Saúde, à agência Reuters.

Diante desse cenário, o que acontecerá se a Anvisa simplesmente se recusar a aprovar a Coronavac antes de 25 de janeiro?

O governo federal enviará tropas a São Paulo para impedir o início da vacinação?

Ao marcar uma data, Doria deu um xeque-mate na disputa que vem mantendo com Bolsonaro durante toda a pandemia.

Da minha parte, como idoso na faixa de risco, eu só tenho a comemorar que poderei tomar a primeira vacina no dia 15 de fevereiro e, a segunda, no dia 8 de março, uma semana antes do meu aniversário de 73 anos.

Mais Populares

Profissionais da saúde e indígena são os primeiros vacinados contra a Covid-19 em Rondônia

O governo de Rondônia aplicou nesta terça-feira (19) as primeiras doses da CoronaVac, a vacina emergencial aprovada contra a Covid-19. Os primeiros vacinados no estado foram...

Primeiro lote de vacinas contra Covid-19 chega em Rondônia

Rondônia foi o último estado brasileiro a receber a vacina contra Covid-19. O voo com 49 mil doses da CoronaVac pousou na Base Aérea...

Cenas fortes: Ladrão é caçado em matagal e recebe correção de moradores enfurecidos; veja vídeo

No início da noite desta segunda-feira (18), um homem até o momento não identificado foi encontrado escondido em uma área de mata, no bairro...

Homem é preso após tentar vender celular para o próprio dono

Na tarde da última segunda-feira (18), policiais da 12ª DP (Copacabana) prenderam em flagrante um homem suspeito de tentar vender um celular furtado para...
Skip to content