22.6 C
Ariquemes
domingo, janeiro 24, 2021
Início Brasil Drauzio Varella pede desculpas à família do menino do "caso Suzi"

Drauzio Varella pede desculpas à família do menino do “caso Suzi”

O médico Drauzio Varella divulgou vídeo na tarde desta terça-feira (10) em seu canal no Youtube pedindo desculpas para a família do menino morto pela detenta Suzi Oliveira, que foi uma das entrevistadas em recente reportagem do programa Fantástico, da “TV Globo”, e que recebeu um abraço do médico ao final da entrevista, que acabou viralizando. 

Os elogios que se seguiram nos primeiros dias à postura do médico deram lugar a uma enxurrada de críticas depois que a condenação de Suzi por homicídio de menor foi relevada. Documentos divulgados por um grupo de advogados revelaram que Suzi foi condenada por estuprar e estrangular uma criança em 2010 no bairro União de Vila Nova, na capital paulista.

Varella disse que desconhecia o crime cometido pela detenta porque realiza seu trabalho em penitenciárias na condição de médico. “Não há o que falar. É um crime que choca todos nós”, disse. Em seguida, pediu desculpas à família da vítima. “Posso imaginar a dor e peço desculpas para a família do menino que foi involuntariamente envolvida no caso.”

O médico também comentou por que a matéria não informou o crime cometido por Suzi. “O foco era mostrar as condições em que vivem as transexuais presas. As estatísticas oficiais indicam que a imensa maioria delas está presa por roubo e furto. A maneira pela qual a Suzi foi apresentada deu a entender que ela fazia parte desse grupo majoritário. Por isso entendo a frustração de quem se decepcionou comigo”, afirmou.

Em relação ao abraço, o médico afirmou que é o seu “jeito”. E também que assumia a responsabilidade pela repercussão negativa que o caso teve. 

Carta

Varella não foi o único a se manifestar após o caso viralizar. A detenta Suzi Oliveira divulgou carta em que afirmou que não quis se passar por inocente.

A Secretaria da Administração Penitenciária confirmou que Suzi cumpre pena na Penitenciária José Parada Neto, em Guarulhos (Grande SP), por homicídio triplamente qualificado e estupro de vulnerável.

Mais Populares

Radialista sofre atentado a bala enquanto apresentava programa e morre a caminho do hospital em Vale do Anari, RO

Um radialista foi morto no início da noite deste sábado, na emissora de rádio Anari FM 87,9, em Vale do Anari (RO), enquanto trabalhava...

CRISE NA SAÚDE: Rondônia pede ajuda para transferir pacientes para outros estados por falta de leitos de UTI

Segundo o jornal Folha de S.P, 42 pessoas aguardam na fila para internação na UTI. O secretário Estadual de Saúde, Fernando Máximo, participou de uma...

Boletim diário sobre coronavírus em Rondônia

O Governo de Rondônia, por meio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) e a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), divulga os...

COMBOIO QUE LEVA OXIGÊNIO PARA MANAUS-AM ENFRENTA DIFICULDADES NA BR-319

Comboio que leva 100 m3 de oxigênio para Manaus enfrenta dificuldades na BR-319. A BR possui maiores dificuldades nesta época do ano por conta...
Skip to content