Esquema de compra de votos, via distribuição de cestas básicas, gera operação da Polícia Federal em Pimenteiras

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quarta-feira, 16, em trabalho conjunto com o Ministério Público Eleitoral de Cerejeiras, a operação “Indefinição” contra captação ilícita de votos (popularmente conhecido como “compra de votos”) na cidade de Pimenteiras do Oeste, na região sul de Rondônia.

Estão sendo cumpridos três mandados de busca e apreensão expedidos pela 16ª Zona Eleitoral de Cerejeiras, na cidade de Pimenteiras do Oeste/RO, tendo como envolvidos os candidatos da última eleição municipal de 2020 e servidores públicos que teriam distribuído cestas básicas em campanha.

Foram recolhidos aparelhos eletrônicos e celulares para posterior análise pericial, sendo que no momento do cumprimento da ordem um dos envolvidos foi preso em flagrante por posse ilegal de armas (revolver, espingarda e munições) e encaminhado para as providências legais junto à delegacia da Polícia Federal em Vilhena.

A PF e o MP Eleitoral informam que em apuração superficial realizada na sede do Ministério Público Eleitoral em Cerejeiras do material apreendido, surgiu a possibilidade de que a denúncia contra os envolvidos tenha sido dolosamente inventada, mas que todo o caso será estudado de forma aprofundada nos próximos dias com vistas ao esclarecimento da situação.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Almi Coelho

Almi Coelho

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários