25.4 C
Ariquemes
sábado, janeiro 23, 2021
Início Brasil Estado de saúde de moradora de Brasília com coronavírus piora

Estado de saúde de moradora de Brasília com coronavírus piora

BRASÍLIA – O estado de saúde da moradora de Brasília com o novo coronavírus piorou. Ela ainda conta com “suporte ventilatório e hemodinâmico”, ou seja, aparelhos a ajudam na respiração e circulação do sangue. As informações são de boletim médico divulgado pela Secretaria de Saúde do Distrito Federal no início da tarde desta terça-feira.

Segundo a nota, o quadro dela é grave e instável. A mulher de 52 anos viajou pela Inglaterra e a Suíça. Além do novo coronavírus, ela tem um quadro de “comorbidades”, ou seja, outras doenças que, segundo a Secretaria de Saúde, “agravam o quadro clínico”.

“Paciente segue internada em isolamento na UTI do Hospital Regional da Asa Norte, em estado grave, instável, com suporte ventilatório e hemodinâmico.  Ela apresenta síndrome respiratória aguda severa, com piora do quadro respiratório, apresentando ainda um pico febril, mantendo quadro hemodinâmico estável. A paciente tem comorbidades que agravam o quadro clínico. Ela está sob cuidados intensivos da equipe multidisciplinar e de todo suporte técnico-científico”, diz o boletim médico.

A paciente está internada no hospital público de referência para o vírus em Brasília. Segundo o último boletim do Ministério da Saúde, há 25 casos confirmados do novo coronavírus no Brasil, número que não inclui outros cinco informados posteriormente pelo governo do Rio de Janeiro.

A moradora de Brasília foi internada inicialmente num hospital particular, que depois pediu ao governo local sua transferência para a rede pública. Na segunda-feira, o secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo dos Reis, afirmou que hospital privado não pode se recusar a atender um paciente com coronavírus.

— Eu não vou falar sobre o caso específico do Distrito Federal, mas de uma forma genérica. Isso que aconteceu aqui em Brasília é inadmissível. Nós não aceitamos, e não vamos concordar que isso possa feito. O plano de saúde, o hospital privado que atendeu o paciente está preparado para atender um paciente grave em UTI. Não tem porque ele não atender um paciente que precisa de atendimento intensivo só porque tem coronavírus. Não vamos permitir que isso continue ocorrendo, de os hospitais privados fazerem o primeiro atendimento e transferirem para a unidade pública.

 

Mais Populares

Idoso morre após árvore cair em trator na zona rural no Interior de Rondônia

Um homem de 62 anos morreu na última quinta-feira (21) após um acidente com uma árvore na zona rural de Guajará-Mirim (RO). A árvore...

Criminosos armados com facão e revólver invadem casa e matam duas pessoas, incluindo uma adolescente

Uma adolescente de 17 anos e um homem, de 44, foram assassinados dentro de uma casa na Rua k-0 em Ji-Paraná (RO), na madrugada...

Casal é preso por tráfico de drogas em RO e mulher alega que pedra é cera de depilação

Um casal, de 19 e 21 anos, foi preso na noite da última sexta-feira (22) por tráfico de drogas na Vila do Sossego em...

Boletim diário sobre coronavírus em Rondônia

O Governo de Rondônia, por meio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) e a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), divulga os...
Skip to content