Filhos pedem interdição de Cid Moreira e prisão da madrasta em processo

Os filhos de Cid Moreira, 93, abriram um processo para interdição dele no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro nesta terça-feira (20). Rodrigo e Roger Moreira, que recentemente trouxeram a público desavenças com o pai a respeito da futura herança, também afirmam que a madrasta, Fátima Sampaio, 58, está transferindo os bens do locutor para familiares dela.

A ação foi protocolada com pedido de urgência, alegando tratar-se de “pessoa idosa, senil e que tem problemas psiquiátricos ocasionados pela idade”. Nos documentos judiciais, Fátima é acusada de “depenar totalmente o idoso, em puro estelionato senil, apropriação indébita e formação de quadrilha”.

Ela também é acusada de maus-tratos e cárcere privado, sem que familiares próximos possam visitá-lo. Segundo os filhos, ela ofereceria comida estragada para o pai, além de deixá-lo sem medicação e agressões verbais. Ela também seria responsável por convencê-lo a deserdar os filhos.

A reportagem procurou o apresentador e Fátima, mas não obteve retorno até a última atualização deste texto. De acordo com o advogado dos filhos, Ângelo Carbone, também já foi aberta uma ação penal, que está em andamento no Ministério Público, na qual é pedida a prisão provisória dela.

“Diante da gravidade dos fatos e da tentativa da querelada em tentar mudar provas, contatar testemunhas, que seja decretada a prisão provisória da mesma por 30 dias, prorrogando-se até que tudo seja apurado ou surja uma preventiva”, diz a solicitação.

A crise na família de Cid Moreira veio à tona há alguns dias. No último dia 13, Roger contou no Balanço Geral (Record) que havia sido deserdado pelo pai. A reportagem mostrou um documento que teria sido enviado ao rapaz pelo locutor.

“Você continua sendo meu filho adotivo porque não consegui reverter a adoção”, diz o texto.”[Mas] fiz um documento e deserdei você.”

Roger é sobrinho da ex-mulher de Cid Moreira, Ulhiana Naumtchyk. Ele foi adotado após uma temporada de férias na casa dos tios e passou a morar com eles depois.

Cid Moreira não se pronunciou sobre o caso, mas a mulher dele, Fátima, falou sobre o assunto nas redes sociais no dia seguinte. Ela disse que o locutor não pode comentar porque o caso envolve segredo de Justiça.

“Não é uma questão para eu julgar por que fizeram isso”, avaliou. “Ele foi adotado adulto, não foi abandonado bebê pelo Cid. Tinha pai e mãe, ele deixou pai e mãe para ser adotado pelo Cid e pela tia já adulto.”

Alguns dias depois, Rodrigo, que é filho biológico do locutor, também se manifestou. Fruto do relacionamento do pai com Olga Verônica Radenzev Simões e comerciante no interior de São Paulo, ele disse no mesmo programa que os dois tiveram pouco contato ao longo da vida.

Cid Moreira também teria dito a ele que não queria ser pai dele. “Gostaria do impossível, que seria ele me abraçar, sair comigo e eu saber um pouco dos gostos dele, do que ele gosta de comer. Uma convivência de pai para filho”, lamentou.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Almi Coelho

Almi Coelho

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários