Agricultores indígenas de Rondônia vão obter financiamento do Pronaf; Declaração de Aptidão ao programa foi liberada

24x31 banner gov
blank

Em visita à Alta Floresta D’Oeste para participar de diversas atividades voltadas ao desenvolvimento rural, o diretor-presidente da Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), Luciano Brandão, entrega Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP) para agricultores indígenas da região. A ação se deve à parceria firmada com a Fundação Nacional do Índio (Funai) e vai permitir a esses agricultores a obtenção de recursos financeiros, com financiamento bancário por meio do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf).

O DAP é o documento que habilita o produtor rural para a contratação de financiamento por intermédio do Pronaf, para que ele e sua família possam investir e desenvolver atividades econômicas na sua propriedade. Para que a Emater pudesse prestar assistência à comunidade indígena elaborando projetos, levando assistência técnica e inserindo-os nas políticas públicas do Governo do Estado era preciso que fosse firmado um Termo de Cooperação entre as entidades, cooperação essa que já vem sendo firmada ao longo dos últimos anos. “Esse termo tem gerado muitos frutos”, diz Brandão.

O município de Alta Floresta D’Oeste é altamente produtivo e tem sua economia fortalecida nas atividades agrícola e comercial. Hoje, a cidade representa um grande polo de desenvolvimento agropecuário e tem na produção de grãos um forte potencial. As inúmeras aldeias indígenas que a rodeiam, localizadas nas áreas de reserva das Terras Indígenas Rio Branco e Massaco, representam outro fator de fortalecimento da atividade econômica local.

blank

Com a DAP os índios agricultores poderão investir em tecnologia e melhorar a produtividade de suas lavouras

Os indígenas que habitam nessa região são produtores exemplares e, com a contribuição da assistência técnica e extensão rural prestados pela Emater, vem desenvolvendo uma lavoura de café de primeira qualidade. “Já foram até premiados em nível nacional”, comenta Brandão, lembrando que a autarquia vem trabalhando também com outras comunidades nas regiões de Cacoal, Espigão D’Oeste (Pacarana) e Machadinho D’Oeste.

A liberação da declaração para as famílias da Terra Indígena Rio Branco representa um grande marco para a preservação da cultura na comunidade, que pode plantar, consumir e comercializar os produtos produzidos. Com a Declaração de Aptidão ao Pronaf, os indígenas agricultores vão poder investir em suas propriedades inserindo tecnologia, adquirindo máquinas agrícolas e insumos, implantando sistema de irrigação, entre outros, podendo assim, ampliar e melhorar a qualidade e produtividade de suas lavouras.

Além de assinar a liberação da DAP junto com o gerente de uma instituição bancária, Alex Barbosa, durante a visita ao município de Alta Floresta, Brandão também assinou a escritura do terreno onde está instalada a sede da Emater, garantindo assim o início das obras de reforma e ampliação da Entidade, que está sendo realizada em todo o Estado. “O prédio sede da Emater em Alta Floresta tem mais de 30 anos e não tinha documentação, mas agora estamos regularizando. Tivemos que mudar provisoriamente, estamos no prédio da Sefin (Secretaria de Estado de Finanças), mas até o início do ano que vem, estaremos retornando com um prédio reformado, equipado, mobiliado, climatizado e com todas as benfeitorias para os produtores rurais e para a nossa equipe”, finaliza Brandão.

Ainda em Alta Floresta D’Oeste foram assinados os projetos de aquisição de terras por meio do Programa Terra Brasil, destinado a jovens agricultores que desejam adquirir suas primeiras terras. As atividades contaram com a participação do prefeito local, Gio Damo, vereador Jacy Oliveira, e dos gerentes da Emater regional, Alexandre Venturoso, e local, Osmar Alcântara, entre outros.

24x31 banner gov

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Almi Coelho

Almi Coelho

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site