Banco da Amazônia disponibiliza R$ 50 milhões para o Turismo de Rondônia

24x31 banner gov
blank

   A quantidade de estabelecimentos brasileiros com vínculos empregatícios no setor de turismo recuou em 35,5 mil unidades no ano passado

 

O superintendente regional do Banco da Amazônia, Diego Brito Campos, participou no dia 02 de julho (sexta-feira), no Palácio do Governo, juntamente com o Ministério do Turismo, para explanar sobre a aplicação de recursos para o programa de apoio ao turismo regional (Fungetur) pelo Banco da Amazônia.

 

O Banco da Amazônia aplicará R$ 50 milhões para o programa. O objetivo da aplicação é proporcionar o desenvolvimento do turismo em Rondônia, créditos competitivos para os empresários do ramo, apoiar a infraestrutura básica, gerar renda, aumentar a oferta de empregos diretos e indiretos. A quantidade de estabelecimentos brasileiros com vínculos empregatícios no setor de turismo recuou em 35,5 mil unidades no ano passado, segundo levantamento da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).  “O setor do turismo foi um dos mais afetados pela pandemia e precisamos investir para a recuperação desse setor, fomentando os potenciais apresentados pela nossa região”, ressaltou o superintendente.

 

De acordo com o presidente do BASA, Valdecir Tose, trata-se de um recurso novo para a região amazônica, através do Fungetur que é o fundo geral do turismo, do Ministério do Turismo que destina recursos para as empresas e empreendimentos turísticos e o Banco vai disponibilizar para a região amazônica.

 

Para aquisição de bens e capital de giro, os financiamentos possuem prazos de até 60 meses, com carência de até 12 meses. As taxas de juros praticadas são de 5% a.a, acrescentado da taxa Selic.

 

Para investimentos, o prazo de pagamento é de até 240 meses, com carência de até 60 meses. As taxas de Juros cobradas também são de 5% ao ano, além da Selic.

24x31 banner gov

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Almi Coelho

Almi Coelho

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site