Bolsonaro diz que direita escolherá entre Lula e Ciro ‘se começar a bater muito’

24x31 banner gov
blank

Jair Bolsonaro reclamou nesta segunda-feira (26) das críticas que sofre de apoiadores por não ter condições de vetar integralmente o Fundo Eleitoral, com cifra de R$ 5,7 bilhões. De acordo com ele, será cortado um excesso de R$ 2 bilhões do valor proposto.

“Deixar claro uma coisa. Vai ser vetado o excesso do que a lei garante. O extra de 2 bilhões será vetado. Espero não apanhar do pessoal aí, como sempre. Se começarem a bater muito, vão escolher no segundo turno Lula ou Ciro. A crítica é válida quando tem fundamento”, disse na porta do Palácio do Alvorada.

Com medo de ser derrotado em 2022, Bolsonaro voltou a dizer que apresentará provas de fraudes eleitorais na próxima quinta-feira (29). “A gente vai expor todas as questões que levam a gente a ter eleições democráticas”, afirmou.

“Vamos ter o voto democrático ou não no ano que vem? Vamos ter eleições democráticas? Não consigo entender porque os caras são contra uma maneira de terminar as eleições e ninguém reclamar. Está na cara que querem fraudar, de novo”, continuou.

Bolsonaro também criticou novamente o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). “A maneira como o Barroso está se posicionando está esquisito. Ninguém consegue entender porque ele é contra”, acrescentou.

 

24x31 banner gov

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Almi Coelho

Almi Coelho

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site