Cemetron instala túnel de descontaminação para profissionais de saúde que atuam na linha de frente contra o coronavírus

Propaganda do ar

Diante da pandemia que assola o mundo, o Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), tem unido forças para montar estratégias e ações de enfrentamento ao novo coronavírus. Graças à tecnologia e pesquisas realizadas, alguns países, e agora Rondônia, possuem uma ferramenta potente: um túnel de descontaminação capaz de eliminar mais de 90% do vírus causador da Covid-19.

Segundo o secretário da Sesau, Fernando Máximo, o protótipo será usado, nesse primeiro momento, por profissionais da saúde que atuam na linha de frente de combate ao novo coronavírus.

“Esse é mais um reforço para a saúde pública do estado. Esse túnel elimina até 92% do vírus presente nas roupas e sapatos dos profissionais de saúde que diariamente atuam nas unidades”, destacou o secretário.

O Centro de Medicina Tropical de Rondônia (Cemetron) é o primeiro do Estado a receber o protótipo que reforça o combate ao novo coronavírus. O protótipo foi desenvolvido por pesquisadores de Rondônia, uma parceria entre o governo do Estado, Sesau, Fundação de Amparo ao Desenvolvimento Das Ações Científicas e Tecnológicas e à Pesquisa (Fapero), Associação de Pesquisadores da Região Norte (Apreno) e Universidade Federal de Rondônia (Unir).

COMO O TÚNEL FUNCIONA

Segundo o diretor da Fapero, Leandro Dill, o túnel possui uma tecnologia capaz de pulverizar, em segundos, um indivíduo por vez. O jato pulverizador é composto por uma solução composta de quaternário de Amônio, um desinfetante de alta eficácia que não agride as vias respiratórias. O protótipo é feito com material de lona, em uma estrutura de 2,5 metros de altura e possui ainda um sensor que lança a substância no momento que o indivíduo passa pelo túnel.

“Nós acionamos as instituições locais e a Unir nos ajudou no desenvolvimento desse protótipo. Essa doação é uma medida importante para combatermos juntos a pandemia no estado”, frisou.

 

PRÓXIMOS PROJETOS

Segundo o pesquisador Almeida Casseb, que ajudou no desenvolvimento do protótipo, a Unir, em parceria com a Apreno estão desenvolvendo outros projetos voltados ao combate do novo coronavírus, como a fabricação de respiradores, entre outros. “Nós estamos à disposição do Estado para ajudar com pesquisas e projetos. O túnel de descontaminação fizemos em menos de um mês, foi o nosso primeiro modelo e esperamos inovar nos próximos que virão”, ressaltou o pesquisador.

As ações do Governo de Rondônia, como o combate ao coronavírus, podem ser acompanhados através do Portal da Transparência.

Propaganda do ar

Como você avalia a gestão do Governo Marcos Rocha?

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
alertarondonia

alertarondonia

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site