Em audiência com comandante geral da PM, Amorim relata necessidade operação de desarticulação de organizações criminosas e prisões de invasores de terras no Vale do Jamari

24x31 banner gov
blank

Em busca de soluções que desarticulem e prendam organizações criminosas (OCRIM’s) que estão agindo como invasores e depredadores de terras e patrimônios públicos e privados na região de Governador Jorge Teixeira, Campo Novo de Rondônia e Buritis, o ex-senador da República, Ernandes Amorim, esteve nesta terça-feira (24), em Porto Velho, onde foi recebido pelo comandante geral da Polícia Militar do estado, Cel. Alexandre Luís de Freitas Almeida, solicitando ação imediata da corporação a fim de coibir o alto volume de crime e encerrar os crimes que estão registrados na região.

Amorim entregou ao Comandante da PM documento oficial em que narra todo o histórico de crimes que envolvem os invasores de terras, onde consiste no desaparecimento de trabalhadores, queima e depredação de maquinários, animais, invasões de terras públicas com retirada irregular de madeira. “Grande parte da área verde está sendo tomada pelo fogo, o desmatando está acontecendo a olhos vistos, nas áreas indígenas das tribos Uru-eu-wau-wau, áreas de preservação ambiental. Crimes ambientais bárbaros e em grandes proporções”, frisou o ex-senador.
Nos relatos apresentados a invasão envolve verdadeiros criminosos que agem destemidos sem medo da justiça ou da polícia. “A primeira invasão começou a aproximadamente um ano e meio. Desde então tenho incansavelmente buscado por justiça, por segurança, por de todos as forças que sejam preços e desarticulados essa organização que está roubando terras e atentando contra a vida”.

“No começo deste ano de 2021 houve uma ação de reintegração de posse, mas na mesma semana os invasores voltaram a mesma região com forças e armamentos redobrados, colocando os trabalhadores novamente para fora com disparos de arma de fogo. Ali precisa de uma ação policial forte e continua. Os líderes precisam ser presos. Desarticular a organização”
Amorim ressaltou ao comandante que por diversas oportunidades esteve em Brasília, junto ao secretário de assuntos agrários detalhando a situação das terras invadidas do Vale do Jamari. Mesmo teor de oficio também já foi protocolado em no gabinete do vice-presidente Hamilton Mourão, e em diversos órgãos de justiça do estado e federal, até mesmo no governador e secretário de segurança. “Meu desejo é de que essa ação esteja sendo realmente planejada e que seja executada e mais breve possível. Do jeito que está não podemos ficar omissos, sem ação.
O comandante da PM garantiu ao ex-senador que a ação no Vale do Jamari deverá acontecer muito em breve, com uma grande força tarefa policial conjunta.

24x31 banner gov

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Almi Coelho

Almi Coelho

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site