Por falta de provas, Conselho de Ética da Assembleia Legislativa arquiva denúncia contra Lebrão

24x31 banner gov
blank

Por quatro votos, os deputados estaduais de Rondônia arquivaram as representações no Conselho de Ética contra o parlamentar José Eurípedes Clemente (MDB), o Lebrão. O relator, deputado Edson Martins (MDB), não obteve provas suficientes para fundamentar punição para o parlamentar. Lebrão foi filmado recebendo suposta propina de uma empresa de lixo. As imagens foram divulgadas durante a Operação Reciclagem deflagrada pela Polícia Federal. Na mesma ação de investigação, sua filha, Gislaine Clemente, ex-prefeita de São Francisco, foi afastada do cargo. Segundo os parlamentares, o processo contra Lebrão é investigado pela Justiça, que ainda não decidiu sobre o caso.

O Conselho de Ética também apura a quebra de decoro do deputado Geraldo da Rondônia (PSC). A representação é assinada pelo PROS, que apresentou uma série de escândalos do parlamentar para fundamentar o pedido de sua cassação.

24x31 banner gov

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Almi Coelho

Almi Coelho

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site