Prepare o bolso: conta de luz aumenta no mês de junho

24x31 banner gov
blank

A Aneel aprovou o aumento de R$ 6,24 em cada 100 KWh consumidos, já no mês de junho.

A chamada “Bandeira Vermelha 2”, que é a mais cara das tarifas extras foi justificada pela Aneel porque os principais reservatórios de água no país estão num nível crítico, devido à falta de chuvas. A seca atinge a região das hidrelétricas.

Quando isso acontece é preciso acionar as usinas térmicas, que têm um custo maior de geração. O custo extra é repassado aos consumidores finais por meio da mudança da bandeira tarifária.

O comunicado da Aneel refere-se a uma “seca histórica”, sem explicar a relação direta disso com o desmatamento.

Reinaldo Kneib, metereologista do Sistema Metereológico do Paraná (SIMEPAR), diz que uma das prováveis causas da estiagem é o desmatamento, em especial da região amazônica. O fenômeno integra o conceito dos “rios voadores”, ( aqui).

A expressão “rios voadores da Amazônia” foi criada para designar a enorme quantidade de água liberada pela Floresta Amazônica em forma de vapor d’água para a atmosfera, sendo transportada pelas correntes de ar, que chegam até a região Sul do Brasil. Parte dessa umidade é “rebatida” de volta para o interior do continente, abastecendo as regiões Centro-Oeste, Sudeste e Sul do Brasil, além de outras localidades, como a bacia do Rio
da Prata.

Com o crescente desmatamento, essa umidade diminuiu significativamente, o que pode impactar o volume de chuvas em todo o Brasil.

Dados do INPE, Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, revelam que o desmatamento na Amazônia registrado nos primeiros meses de 2021 foi 43% maior que o registrado no mesmo período de 2020.

Em Julho de 2020, 12 Procuradores do MPF pediram o afastamento do ministro do Meio ambiente, Ricardo Salles, acusado de improbidade administrativa por ter agido para desmontar os mecanismos  de proteção ao meio ambiente.

Em abril de 2021 o delegado Alexandre Saraiva foi afastado da superintendência da Polícia Federal do Amazonas por ter protocolado uma queixa-crime contra Salles.

Na audiência das Comissões de Legislação Participativa e de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados dias depois do afastamento, o delegado acusou o ministro do Meio Ambiente de tentativa de legalizar irregularidades que provocam o desmatamento ilegal, como grilagem de terra, fraude em escrituras e exploração madeireira em áreas de preservação permanente. Aqui

O Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), detectou uma movimentação “extremamente atípica”, de R$ 14 milhõesnas contas de Ricardo Salles, entre 2012 e 2020.O que pode significar que o ministro pode ter se associado aos desmatadores ilegais responsáveis pela estiagem e o consumidor de energia elétrica paga a conta.

24x31 banner gov

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Almi Coelho

Almi Coelho

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site