Programa “Mamãe Cheguei” mantém cadastro aberto para gestantes em Rondônia

Propaganda do ar

Criado pelo Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Assistência e do Desenvolvimento Social (Seas), o programa Mamãe Cheguei continua com o cadastro aberto até 31 de maio, para as mulheres grávidas, com até 22 semanas, em situação de vulnerabilidade social, inscritas no Cadastro Único (CadÚnico). Todas as gestantes que obedecerem aos critérios serão contempladas com um kit enxoval contendo 19 itens, entre banheira, fraldas descartáveis e roupas. O objetivo do programa é diminuir a mortalidade infantil com o fortalecimento do vínculo entre mãe e filho durante o pré-natal.

As interessadas devem comparecer a uma das unidades dos Centros de Referência da Assistência Social (Cras) dos seus municípios, que são parceiros da Seas. Para as que ainda não possuem o Cadastro Único são necessários os documentos pessoais, caderneta de gestante e os documentos dos demais moradores da casa. Para o programa Mamãe Cheguei elas também precisam apresentar comprovante de residência e o cartão do pré-natal que deve estar sendo realizado pelo Sistema Único de Saúde (SUS), um dos principais requisitos para receber o kit.

Nas duas fases do programa, executadas no ano passado, a Seas entregou pelo menos 1.451 kits e a previsão para este ano é atender a cerca de três mil futuras mães. O kit contém ainda um travesseiro, um jogo de lençol com três peças, dez fraldas de tecido, três jogos de pagãos, um macacão longo, um macacão curto, três conjuntos de camisetas sem manga e mijão, além de quatro pares de meia, um cueiro, uma toalha de banho com capuz, uma bolsa maternidade, três camisetas sem manga, um sabonete para bebê em barras, três sapatinhos, duas fitas adesivas, duas calças plásticas nº 3 e duas calças plásticas nº 2.

Propaganda do ar

Como você avalia a gestão do Governo Marcos Rocha?

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Almi Coelho

Almi Coelho

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site