21.1 C
Ariquemes
sábado, maio 8, 2021
Início Saúde,Notícias,Destaques principal ONU PRECISA DE MAIS INVESTIMENTOS NA SAÚDE DA MULHER E DAS CRIANÇAS

ONU PRECISA DE MAIS INVESTIMENTOS NA SAÚDE DA MULHER E DAS CRIANÇAS

No dia 27 de setembro de 2018 ocorreu em Nova Iorque a 73° sessão da Assembléia Geral da ONU que reuniu chefes dos organismos que compõem a Assembléia das Nações Unidas, além de ministros e chefes de estado. A vice-secretária geral Amina Mohammed, junto de órgãos como UNAIDS, UNICEF e outros pediu por maior engajamento e investimento na saúde das mulheres e crianças.

Segundo dados da própria ONU, 5,7 milhões de crianças vem a óbito antes de completarem cinco anos de idade. Para as gestantes, o quadro também é alarmante, mostrando que 290 mil mulheres morrem devido a complicações durante a gravidez ou no parto.

A iniciativa tem por objetivo chamar a atenção para estes problemas e tentar angariar investimentos para uma iniciativa global, que segundo estimado pela organização, poderia salvar 16 milhões de crianças e mulheres.   

Projeto

A Organização deseja implementar um projeto criado no ano de 2010 chamado Cada Mulher, Cada Criança, que visa o bem-estar e prevenção de doenças em mulheres e crianças. Contudo, o programa passa por um período no qual necessita de mais recursos, podendo atuar na prevenção de 33 milhões de gestações indesejadas e proteger 120 milhões de crianças de doenças como a pneumonia.

O projeto foi idealizado e é realizado por entidades como o Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids (UNAIDS), o Banco Mundial, o Fundo da ONU para a infância (UNICEF), a Organização Mundial da Saúde (OMS), o Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) e a ONU Mulheres.

No lançamento do programa foi prometido um investimento de 40 bilhões de dólares, além de parceiros que viriam a assumir outros compromissos financeiros e políticas públicas e de prestação de serviços eficazes. Contudo, existem lacunas de financiamento que se não forem supridas podem colocar em risco o sucesso que o programa Cada Mulher, Cada Criança tem conseguido até o presente momento.

Segundo Jagat Nadda, ministro de saúde e bem-estar familiar na Índia, o país muito tem se beneficiado do programa, sendo que cem milhões de famílias já foram identificadas  e terão acesso aos cuidados da iniciativa sem precisar pagar por isso. Caso consiga o financiamento necessário, o programa da ONU voltado para mulheres e crianças pode ajudar a prevenir problemas de desenvolvimento em cerca de 88 milhões de crianças ao redor do globo.

Fonte: Rede Credenciada GNDI

Mais Populares

Boletim diário sobre coronavírus em Rondônia

O Governo de Rondônia, por meio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) e a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), divulga balanço...

Eduardo Costa diz estar sofrendo ameaças após lançar música criticando “Troca de Hospitais por Estádios”

Eduardo Costa está apreensivo. Segundo informações do jornal O Dia, o cantor está recebendo ameaças após lançar a música ‘Cuidado’, que na letra faz...

PM prende ‘Bin Laden’ seminu, após assassinar homem enquanto dormia

Na noite anterior ao crime, a vítima Sidney Marcos da Silva Nogueira, de 41 anos, vulgo “Nei”, e um homem conhecido como “Bin Laden”...

CPI da Pandemia aprovou 101 requerimentos nesta semana

A CPI da Pandemia aprovou 101 requerimentos nesta semana. São 89 pedidos de informações e 12 para a convocação de testemunhas. Na reunião da...
Skip to content