Enquanto Sidney dormia, Bin Laden foi até o quarto e efetuou disparos com um revólver calibre 38. Segundo a testemunha, a arma era da própria vítima.

Após os disparos, Bin Laden evadiu-se e a testemunha saiu correndo pedindo por socorro para os vizinhos. O corpo de bombeiros foi acionado, mas quando chegaram Sidney já estava em óbito. A perícia esteve no local e realizou os serviços de praxe.

A Polícia Militar fez diligências de posse da foto de “Bin Laden”, e por volta das 21h20 se deparou com ele nas proximidades da FAMA que imediatamente assumiu a autoria do crime e afirmou ter jogado a arma nas proximidades do igarapé Pires de Sá, porém não foi possível localizar a arma. As iniciais de Bin Laden são W.A.G. (28 anos).

Bin Laden informou ter passado o dia na mata e se desfez das suas vestes e da arma do crime tentando fugir do flagrante delito. Ele estava seminu no momento da prisão, e um dos moradores ofereceu uma bermuda para que ele vestisse.

Ele estava com lesões, que afirmou terem sido feitas por “Nei” na véspera do crime e que seriam a motivação para tirar a vida dele.