21.8 C
Ariquemes
segunda-feira, abril 12, 2021
Início Notícias Polícia Federal cumpre mandado de prisão e busca e apreensão em assentamento

Polícia Federal cumpre mandado de prisão e busca e apreensão em assentamento

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quarta-feira, 09/12/2020, a Operação Illusio, cumprindo mandados nas cidades de Nova União e Ouro Preto do Oeste, com o objetivo de desarticular uma associação criminosa voltada para a prática de crimes de incêndio, desmatamento e invasão de terras em áreas da União. Ao todo foram cumpridos 6 mandados judiciais expedidos pela Justiça Federal de Ji-Paraná, sendo 3 de busca e apreensão e 3 de prisão.

Após receber informações de incêndio de grandes proporções na Reserva em Bloco do Assentamento Margarida Alves, localizada no município de Nova União, policiais federais realizaram diligências no local e confirmaram a ocorrência de queimadas, desmatamento e invasão de terras.

Os levantamentos realizados  culminaram na identificação da liderança do grupo invasor, além da presença de um advogado apontado como o responsável por dar o aval à invasão que ocasionou o ilícito ambiental. O grupo é responsável por incendiar, desmatar e invadir a Reserva em Bloco do Assentamento Margarida Alves.

As investigações apontam que os investigados instigaram/induziram, por vezes em tons de ameaça, os invasores a incendiar, desmatar e ocupar o local, sob o pretexto de que a área seria regularizada junto ao INCRA e que aquela seria a última oportunidade de se adquirir terras, o que fez com que muitas pessoas acreditassem nas palavras do grupo.

Os investigados possuem residência fixa e não fazem parte de movimentos sociais sem-terra, o que corrobora com os indícios de que o interesse na aquisição das terras na Reserva em Bloco do Assentamento Margarida Alves tem o objetivo meramente de adquirir novas propriedades rurais sem desprender gastos financeiros ou lucrar posteriormente com possíveis vendas.

No local foi realizada perícia ambiental a qual constatou que a área degradada possui aproximadamente 1.663,1379ha, sendo o dano ambiental estimado em R$ R$ 3.540.825,69. O custo para a recuperação ambiental da área foi calculado em R$ 2.959.373,96. Com isso o grupo gerou um prejuízo para União em torno de R$6.500.000,00.

Durante as buscas uma pessoa foi presa em flagrante por posse de arma de fogo e um dos alvos não foi localizado, estando foragido. 

Os envolvidos devem responder pelos crimes de estelionato, invasão de terras, incêndio, desmatamento e associação criminosa.

O nome da operação está relacionado à ilusão (palavra que tem sua origem no latim e é derivada do termo ILLUSIO) gerada no grupo invasor que acreditou nas palavras dos investigados de que os lotes adquiridos seriam regularizados.

A Polícia Federal continuará a investigação e apuração na tentativa de elucidar a real amplitude da associação criminosa, bem como identificar e indiciar todos os invasores.

Comunicação Social da Polícia Federal em Rondônia/

 

Mais Populares

Homem tenta matar esposa com uma tijolada

Um homem foi preso em Torixoréu (570 km de Cuiabá) após tentar matar a esposa a golpeando com um pedaço de tijolo na noite...

Idosa é esmagada e ainda fica presa embaixo da roda do ônibus

Imagens enviadas ao Portal CM7 nesta sexta-feira (09), mostram uma idosa que acabou morrendo após ser atropela por um ônibus de transporte público. Nas imagens...

Boletim diário sobre coronavírus em Rondônia

O Governo de Rondônia, por meio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) e a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), divulga balanço...

ACIDENTE NA BR – 364 ENTRE MOTO E CARRETA PRÓXIMO A ARIQUEMES TIRA A VIDA DE MÉDICO VETERINÁRIO

Mais um grave acidente foi registrado na BR – 364 próximo ao município de Ariquemes com vítima fatal, envolvendo uma moto e uma carreta. Segundo...
Skip to content