22.1 C
Ariquemes
quinta-feira, abril 15, 2021
Início Educação,Destaques principal PREFEITO SOFRE PRESSÃO DE DEPUTADO E OAB/BRASIL APÓS DECIDIR SUPRIMIR PÁGINAS DE...

PREFEITO SOFRE PRESSÃO DE DEPUTADO E OAB/BRASIL APÓS DECIDIR SUPRIMIR PÁGINAS DE LIVROS

A polêmica que já foi amplamente discutida e votada no Congresso Nacional, retirando todo e qualquer texto relacionado a ideologia de gênero do PNE (Plano Nacional de Educação), voltou a tona em meados do ano de 2016, após vereadores da cidade de Ariquemes observarem que o tema havia sido incluído disfarçadamente pelo MEC (Ministério da Educação e Cultura), utilizando textos sobre formação de família, incluindo famílias formadas com pessoas do mesmo sexo, inclusive com atividades onde o aluno deve responder como é a formação de sua família.

 

Naquele ano, o então prefeito Lorival Amorim (PDT), após votação de lei na Câmara de vereadores, resolveu recolher todos os livros que já estavam em posse dos estudantes, porém, com a preparação do material didático para o ano letivo de 2017, a Secretaria de Educação do município só dispõe dos mesmos livros, que atendem aos alunos do 1º ao 5º ano do ensino fundamental, ou seja, crianças entre 6 e 10 anos de idade.

 

Sabendo disso, uma comissão de 8 vereadores foram até a prefeitura, no primeiro dia de mandato do novo prefeito, Thiago Flores (PMDB), e protocolaram pedido para que o tema fosse retirado dos livros. Em seguida o Sintero (Sindicato dos Trabalhadores em Educação) do município, pediu ao prefeito que mantivesse o conteúdo.

 

Diante da situação, Thiago optou em lançar uma enquete na página eletrônica da prefeitura, chamando aos cidadãos para votarem a favor ou contra no seguinte questionamento: “Qual sua opinião a respeito da adoção, pela rede Municipal de Educação, de Livros Didáticos fornecidos pelo Ministério da Cultura e Educação – MEC/2017 destinados a alunos do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental, que contenham matéria sobre Diversidade Familiar e Ideologia de Gênero?” Com 57% (quase 7.000 votos) votarão contra a proposta de manter o tema. A decisão foi divulgada em coletiva com a imprensa na manhã da última segunda-feira (23), após reunião, no gabinete do prefeito, com os 13 vereadores do município, onde somente um ficou a favor da manutenção das páginas.

 

A partir daí inflamou-se ainda mais a discussão, ganhando proporção nacional, especialmente após a manifestação do deputado federal e defensor absoluto e ferrenho da causa LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros), Jean Wyllis (PSOL/RJ). Em seguida a OAB do Brasil emitiu nota de repúdio a decisão do prefeito, colocando mais calor nas discussões. O Ministério Público também se manifestou contrario a decisão do prefeito, em entrevista a TV Ariquemes.

 

“Estranhamente, o deputado Wyllis entrou nesta discussão mencionando a comunidade LGBT, já que nada diz a respeito a categoria a qual ele defende, o que defendemos aqui é o direito de educar nossos filhos dando a oportunidade de cada um defender suas convicções, e este papel não é da escola, não vi explicitamente nada que defenda ou ofenda a comunidade LGBT, porém, temas assim, introduzido neste material didático pode ser visto subliminarmente, por menor que seja exposto em sala, induz a opinião do professor e aguça a curiosidade das crianças, e isso com certeza não nos trará resultados positivos,” disse Maria Alice, uma mãe preocupada com a inclusão do tema.

 

Nas últimas horas já foram milhares de manifestações nas redes sociais, prós e contras a posição do prefeito de Ariquemes, percebendo-se ampla maioria favorável ao prefeito Thiago Flores.

 

Na manhã desta quarta-feira (25), o departamento de comunicação da prefeitura emitiu nota, transcrita na íntegra abaixo:

 

A Prefeitura Municipal de Ariquemes informa que a Procuradoria Geral do Município (PGM) ainda não definiu como será feita a supressão das páginas dos Livros Didáticos.

Sobre o posicionamento do MP, comunica que ainda não foi oficialmente notificada pelo órgão.

Quanto a resposta oficial do Prefeito ao Deputado Federal Jean Willys e a nota de repúdio emitida pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) nesta quarta-feira (25), não por enquanto haverá.

Neste ato, o Prefeito Thiago Flores reforça o compromisso de que não medirá esforços para garantir que todas as crianças recebam os Livros Didáticos para o ano Letivo 2017.

 

Na controvérsia, cita-se o Artigo 314 do Código Penal, que diz:

CP – Decreto Lei nº 2.848 de 07 de Dezembro de 1940

Art. 314 – Extraviar livro oficial ou qualquer documento, de que tem a guarda em razão do cargo; sonegá-lo ou inutilizá-lo, total ou parcialmente:

Pena – reclusão, de um a quatro anos, se o fato não constitui crime mais grave.

Emprego irregular de verbas ou rendas públicas”

É esperar pra ver onde isso vai parar.

 

Veja outras matérias a respeito do tema:

<a href=”http://alertarondonia.com.br/noticia/apos-enquete-prefeitura-e-camara-decidem-suprimir-paginas-sobre-ideologia-de-genero,ariquemes,18828.html”>APÓS ENQUETE PREFEITURA E CÂMARA DECIDEM SUPRIMIR PÁGINAS SOBRE IDEOLOGIA DE GÊNERO

</a>

<a href=”http://alertarondonia.com.br/noticia/prefeito-diz-que-vai-arrancar-paginas-de-livros-do-mec-e-jean-wyllys-reage,ariquemes,18860.html”>PREFEITO DIZ QUE VAI ARRANCAR PÁGINAS DE LIVROS DO MEC, E JEAN WYLLYS REAGE

</a>

<a href=”http://alertarondonia.com.br/noticia/oab-nacional-emite-repudio-contra-decisao-do-prefeito-de-ariquemes,brasil,18870.html”>OAB NACIONAL EMITE REPÚDIO CONTRA DECISÃO DO PREFEITO DE ARIQUEMES

</a>

 

Da redação do Alerta Rondônia

Ítalo Coelho DRT 1120/RO.

 

 

 

Mais Populares

Polícia Rodoviária Federal prende dois homens por porte ilegal de arma em Ariquemes

Polícia Rodoviária Federal em Ariquemes realizou, na noite desta quarta-feira (14), a prisão de dois homens com certificado CAC (Colecionador, Atirador, Caçador) por porte...

Boletim diário sobre coronavírus em Rondônia

O Governo de Rondônia, por meio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) e a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), divulga balanço...

Produtores de leite protestam contra laticínios por baixa de preço no leite

Os produtores de leite da região de Machadinho D’Oeste, Buritis, Campo Novo e a região do Vale do Guaporé, se revoltaram em razão de...

Produtores doam 250 litros de leite para a SEMAS

A Secretaria Municipal de Assistência Social (SEMAS) de Rolim de Moura (RO) ganhou e distribuiu 250 litros de leite de pecuaristas que estão insatisfeitos...
Skip to content