Produtores de leite falam em greve por causa da baixa no preço do litro de leite em RO

Os rumores são fortes nos grupos de whatsapp sobre uma possível greve dos produtores de leite de Rondônia. Em alguns áudios enviado ao PortalP1, o motivo relatado é que eles estão parando de entregar o leite é devido ao preço por litro de leite que são pagos pelos laticínios, considerado como sendo muito baixo.

Em um vídeo que você leitor pode conferir abaixo um caminhão derrama leite no meio da estrada. Segundo a mulher que faz a narração no vídeo, ao todo foi derramado dez mil litros de leite no chão. Em outro trecho ela recomenda que o produtor que não respeitar a greve e insistir em entregar o produto, os caminhões serão parados e o leite derramado no chão.
Um dos áudios enviado à Redação do P1, relata o seguinte:

A reportagem  tentou contato com algum representante do laticínio Italac, mas até a publicação deste texto não conseguiu falar com ninguém ligado à empresa.

Em contato com algumas pessoas que estão à frente da possível greve o relato é que a maioria dos produtores de leite está recebendo entre R$ 1,20 a 1,30, sendo que o combinado seria de R$ 1,80. O site Portal P1 mais uma vez tentou falar com algum responsável do Italac, mas não foi possível até a publicação desta matéria.

O presidente da Assembleia Legislativa, Alex Redano (Republicanos), se manifestou em defesa dos produtores de leite de Rondônia, que mais uma vez amargam prejuízos com os baixos preços do produto, gerando uma crise em toda a cadeia produtiva do leite. Segundo acredita o deputado, a situação produz reflexos na economia dos municípios, especialmente os que têm na renda gerada pelo leite, uma das principais fontes de receita.

Fone portal p1

 

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Almi Coelho

Almi Coelho

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários