24.9 C
Ariquemes
terça-feira, janeiro 19, 2021
Início Policia,Rondônia,Destaques principal Rapaz de 26 anos discute em bordel e é assassinado, testemunha diz...

Rapaz de 26 anos discute em bordel e é assassinado, testemunha diz que criminoso revela que vítima é irmão do assassino do filho do ex-prefeito

Um rapaz de 26 anos, identificado como Joelson Pereira Gomes, foi morto a facadas na madrugada desta quinta-feira, 28, no bairro Bodanese, em Vilhena.
De acordo com informações obtidas pelo FOLHA DO SUL ON LINE, a vítima estava dentro de um bordel que funciona em frente o posto Catarinense, ao lado da BR 364, quando se envolveu numa discussão com outro freqüentador da casa noturna.
O bate-boca entre Joelson e o homem que o matou, e que ainda não teve sua identidade divulgada, evoluiu para agressões físicas. O autor do crime, armado com uma faca, desferiu pelo menos seis golpes contra a vítima, atingindo-a no peito, nas costas, no pescoço, na cabeça e num dos braços.
O jovem esfaqueado morreu na avenida Celso Mazutti, em frente o próprio bordel, antes de ser socorrido. As garotas de programa que atuam no estabelecimento foram levadas para a Unisp e prestarão depoimento como testemunhas.

Dono de bordel em Vilhena onde rapaz de 26 anos foi morto a facadas faz revelação surpreendente sobre o crime

na manhã desta quinta-feira, 28, o dono da casa noturna onde um rapaz de 25 anos foi assassinado a faca horas atrás. Identificando-se apenas como “Ferraço”, o entrevistado disse que viu o autor do crime, mas não o conhece.
Ferraço revelou que, por volta das 4:00h, resolveu fechar o bordel, e tentou acordar o cliente que viria a ser morto pouco depois, Joelson Pereira Gomes, 26 anos, que dormia no sofá, reagiu com violência.
Ao ser despertado, o rapaz disse que era do PCC e que iria matar “todo mundo” no local. O empresário conseguiu levá-lo para fora, onde havia um grupo de homens dentro de um veículo Corsa. Foi ali que, segundo a testemunha, toda a confusão começou.
Ferraço disse que, primeiro, o motorista do carro tentou atropelar Joelson, e que teria sido ele que, na sequência, esfaqueou e deixou a vítima ensaguentada, já morta, a poucos metros da boate.
O dono do bordel revelou que, no meio do tumulto, os colegas do assassino teriam gritado: “Tem que apagar mesmo esse sujeito. Ele é irmão do cara que matou o filho do Rover”.
A frase era uma referência ao assassinato do jovem Luiz Eduardo Rover, filho do ex-prefeito Zé Rover. Ele foi morto em casa, em agosto de 2017, numa ação que chocou todo o Estado de Rondônia.
O site não conseguiu confirmar o parentesco entre a vítima e o assassino do garoto dois anos atrás. Aliás, não se sabe se a referência era ao executor do crime ou ao comparsa dele, menor de idade na época.
Além do próprio Ferraço, as garotas que trabalham no estabelecimento, também prestaram depoimento na polícia, que ainda não tem pistas sobre o acusados de participar da execução.

Mais Populares

Profissionais da saúde e indígena são os primeiros vacinados contra a Covid-19 em Rondônia

O governo de Rondônia aplicou nesta terça-feira (19) as primeiras doses da CoronaVac, a vacina emergencial aprovada contra a Covid-19. Os primeiros vacinados no estado foram...

Primeiro lote de vacinas contra Covid-19 chega em Rondônia

Rondônia foi o último estado brasileiro a receber a vacina contra Covid-19. O voo com 49 mil doses da CoronaVac pousou na Base Aérea...

Cenas fortes: Ladrão é caçado em matagal e recebe correção de moradores enfurecidos; veja vídeo

No início da noite desta segunda-feira (18), um homem até o momento não identificado foi encontrado escondido em uma área de mata, no bairro...

Homem é preso após tentar vender celular para o próprio dono

Na tarde da última segunda-feira (18), policiais da 12ª DP (Copacabana) prenderam em flagrante um homem suspeito de tentar vender um celular furtado para...
Skip to content