27.1 C
Ariquemes
sábado, janeiro 16, 2021
Início Geral TRT14 foi reconhecido pelos resultados obtidos na Semana Nacional da Conciliação, realizado...

TRT14 foi reconhecido pelos resultados obtidos na Semana Nacional da Conciliação, realizado em novembro de 2019

O Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região, que abrange os estados de Rondônia e Acre, foi contemplado na terça-feira (18), em Brasília/DF, com o Prêmio Conciliar é Legal, concedido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). A honraria foi entregue ao Regional após a 304ª Sessão Ordinária do órgão, por ter registrado maior índice de conciliação durante a XIV Semana Nacional da Conciliação entre todos os tribunais, realizada de 4 a 8 de novembro de 2019. 

Na ocasião, o certificado foi recebido pelo vice-presidente do TRT14, desembargador Shikou Sadahiro, pelas mãos do conselheiro Henrique Ávila, que é o presidente da Comissão Permanente de Solução Adequada de Conflitos do CNJ. O também conselheiro do CNJ e ex-presidente da OAB/AC, Marcos Vinícius, estava presente e parabenizou o Regional pela premiação que reconhece os esforços de servidores e magistrados na solução dos conflitos.

“Mais uma vez a Justiça do Trabalho demonstra o seu esforço e compromisso com a sociedade ao buscar a eficácia da prestação jurisdicional”, ressaltou Shikou Sadahiro.

Ao todo 22 práticas que ajudaram a fortalecer a política de resolução de conflitos por meio da conciliação e mediação foram reconhecidos pelo CNJ. Do ramo da Justiça do Trabalho também receberam: o TRT2 (SP), na categoria TRT pelo projeto “Atlas da Conciliação e Plano de Incentivo à Conciliação”; TRT4 (RS), que recebeu menção honrosa na categoria TRT pelo projeto “Investigação de Conciliabilidade (i-Con)”; TRT18 (GO), por ter registrado maior índice de conciliação durante os 12 meses que antecederam a última Semana Nacional da Conciliação; o juiz Raimundo Paulino Cavalcante Filho, do TRT11 (AM/RR), na categoria “juiz individual (Justiça do Trabalho)” pela iniciativa “Autocomposição incentivada”; e o servidor Luiz Antonio Loureiro Travain, do TRT2 (SP), na categoria “Instrutores de Mediação e Conciliação” pelo projeto “Grupo de Estudos a Distância em Conciliação e Mediação – NUPEMEC-JT2-TRTSP”.

O Prêmio Conciliar é Legal foi criado pelo CNJ em 2010 a fim de identificar, premiar e dar destaque às práticas que buscam a solução de litígios por decisão consensual das partes em ações que contribuem para a pacificação de conflitos no âmbito da Justiça brasileira. Podem participar tribunais, magistrados, instrutores de mediação e conciliação, instituições de ensino, professores, estudantes, advogados, usuários, empresas ou qualquer ente privado, que tenham práticas que contribuam para a solução consensual de conflitos.

Mais Populares

Boletim diário sobre coronavírus em Rondônia

O Governo de Rondônia, por meio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) e a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), divulga os...

Novo decreto estabelece Isolamento Social Restritivo por 10 dias e toque de recolher nos municípios das Fases 1 e 2

A fim de evitar um colapso na saúde pública no Estado e visando a contenção do avanço da pandemia da Covid-19, o Governo de Rondônia, por...

Boletim diário sobre coronavírus em Rondônia

O Governo de Rondônia, por meio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) e a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), divulga os...

Números de casos positivos do Coronavírus aumentam e lotam leitos de UTI em Jaru; população deve redobrar os cuidados para o que sistema de...

Números de casos positivos do Coronavírus aumentam e lotam leitos de UTI em Jaru; população deve redobrar os cuidados para que sistema de saúde...
Skip to content