Força-tarefa: Três hospitais iniciam cirurgias ortopédica de pacientes do João Paulo II

Propaganda do ar

A ação tem como objetivo dar fluxo aos pacientes internados no Hospital e Pronto Socorro João Paulo II.

O Hospital de Campanha de Rondônia (Hcamp) iniciou nesta terça-feira (03) a realização das cirurgias ortopédicas em Porto Velho.
A ação tem como objetivo dar fluxo aos pacientes internados no Hospital e Pronto Socorro João Paulo II. Uma força tarefa foi criada pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), para distribuir as demandas entre três hospitais da capital. Entre as unidades estão, o Hospital de Campanha, Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro (HB) que recebe pacientes de alta complexidade, além do Hospital Santa Marcelina que vai iniciar com procedimentos ortopédicos.

Para que as cirurgias aconteçam de forma segura e sem prejudicar pacientes já internados nas unidades escolhidas, foi montado por cada direção, mapas cirúrgicos para dividir os procedimentos.

Procedimentos que serão realizados

No Hospital de Campanha de Rondônia (Hcamp) as cirurgias que estão sendo realizadas são na especialidade ortopédica classificadas como pequeno e médio porte e cirurgias gerais (hérnia, tireoide, vesícula e ginecológicas).

Já no Hospital de Base, os pacientes que estão sendo transferidos são aqueles de alta complexidade. Entre os procedimentos estão: Fêmur, quadril, ombro, joelho e especialidade de membro superior e inferior. No hospital Santa Marcelina onde o Estado possui contrato de leitos de retaguarda do João Paulo II serão realizadas cirurgias ortopédicas de pequeno e médio porte.

O Hospital e Pronto Socorro João Paulo II que é referência no estado continua atendendo pacientes de urgência e emergência.

Por JH Notícias

SAUDE DO GOV RONDONIA

COMO VOCÊ AVALIA A GESTÃO DA PREFEITA CARLA REDANO EM ARIQUEMES?

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Almi Coelho

Almi Coelho

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site