Mesmo com decisão de ministro, Saulo Moreira assume vaga de deputado estadual com saída de Edson Martins

Mesmo com a recontagem dos votos, a maior sobra ainda continua sendo do MDB, com possibilidade de posse de Willames Pimentel.

A decisão monocrática do ministro do Tribunal Superior Eleitoral, Luís Felipe Salomão, não impede a posse de Saulo Moreira na vaga deixada por Edson Martins, na Assembleia Legislativa de Rondônia, que será realizada nesta segunda-feira (13), isso porque a decisão do relator, além de ainda não ter sido publicada, cabe recurso para ser julgada pelo plenário do TSE.

Em sua decisão, Luís Felipe Salomão determinou ao Tribunal Regional que refaça a contagem dos votos, excluindo Saulo. “O recálculo dos quocientes eleitoral e partidário relativos ao cargo de deputado estadual de Rondônia nas Eleições 2018, sem computar os votos obtidos pelo recorrente, conforme entendimento firmado pelo Tribunal Superior Eleitoral no RO 0603900-65/BA, Rel. Min. Sérgio Banhos, DJE de 25/11/2020”, determinou o ministro Luís Felipe Salomão, enterrando de vez as esperanças do ex-parlamentar de voltar para a Assembleia. O TRE-RO já foi comunicado.

Saulo teve sua suplência cassada por captação ilícita de votos nas eleições de 2018, com ‘farto material comprobatório’. Mesmo com a recontagem dos votos, a maior sobra ainda continua sendo do MDB, com possibilidade de posse de Wilames Pimentel.

 

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Almi Coelho

Almi Coelho

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

[banner group='acima-de-politica']