OPERAÇÃO CURARE – O EXÉRCITO APREENDE AVIÃO, HELICÓPTERO E EQUIPAMENTOS NO COMBATE AO GARIMPO ILEGAL NA AMAZÔNIA

24x31 banner gov
blank

A operação Curare XIV/Ágata, de combate aos crimes ambientais e garimpo ilegal na Amazônia, resultou em cerca de R$ 1 milhão em materiais apreendidos, entre eles, uma aeronave e um helicóptero, além de diversos materiais de apoio logístico e suporte técnico como armas de fogo, munições, embarcações e equipamentos de comunicação.

O balanço da operação foi repassada pela 1º Brigada de Infantaria de Selva (1ª Bda Inf SL). A Operação Curare XIV/Ágata foi realizada entre os dias 29 de junho e 02 de julho.

“A atuação resultou em aproximadamente R$ 1 milhão em materiais apreendidos, incapacitando a prática dos ilícitos ambientais na região”, informou o Exército Brasileiro. Na ocasião foram apreendidas também duas bombas de combustível móveis de 1.900 litros de querosena, utilizados para o reabastecimento de aeronaves.

Durante a operação também foram mobilizados postos de bloqueio em estradas e de inspeção fluvial, além de patrulhas motorizadas e a pé pela região, onde foram identificadas e coibidas atividades ilegais. Duas pessoas também foram detidas na operação, porém, informações sobre as detenções não foram repassadas pelo Exército Brasileiro.

As ações via terrestre ou via fluvial também resultaram na apreensão de 5.200 litros de óleo diesel; 750 litros de gasolina; uma pistola calibre 7.65; um revólver calibre .38; uma espingarda calibre .20; uma embarcação tipo lancha de transporte pessoal; dois motores de popa; cinco motosserras; um motor tipo bomba; um motor para abastecimento; uma motocicleta; três gps; dois spots de rádio; duas antenas via satélite; um painel de energia solar; e um transformador de energia solar.

ATUAÇÃO – A operação contou com a participação da Força Tarefa Lobo D’Almada que empregou tropas do Comando de Fronteira de Roraima/7º Batalhão de Infantaria de Selva, 10º Grupo de Artilharia de Campnha de Selva e 12º Esquadrão de Cavalaria Mecanizado, 1º Batalhão Logístico de Selva e 1º Pelotão de Comunicações de Selva na execução da Operação Curare XIV/Ágata.

A ação também conta com a participação de órgãos de segurança pública e agências como Fundação Nacional do Índio (Funai), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Ibama, ICMBio, Polícia Militar (PMRR), Polícia Civil, Cipa e Femarh.

24x31 banner gov

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Almi Coelho

Almi Coelho

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site