Raio atinge trabalhadores, deixa um morto e outro ferido no Interior de Rondônia

24x31 banner gov
blank

O fato trágico ocorreu no fim da tarde da última quinta-feira, (09), por volta das 17 horas, quando em uma propriedade rural localizada na LC-50 da BR-421, região de Monte Negro (RO), três trabalhadores realizavam a verificação de uma represa enquanto caia uma forte chuva.

Em dado momento, populares ouviram um forte estrondo proveniente da queda de um raio, exatamente no local onde as vítimas estavam.

Um vizinho resolveu ir até o local para verificar o que teria ocorrido, sendo que ao chegar no local, se deparou com a vítima Ronaldo, 37 anos, caído ao solo em decúbito ventral (de barriga para baixo), apresentando grave ferimento na região das costas aparentando ser queimadura proveniente de raio, já sem vida, e uma segunda vítima ferida, apresentando graves lesões por todo o corpo.

Imediatamente o vizinho acionou populares da região, onde estes o auxiliaram e conduziram a vítima ferida em um automóvel, sentido Ariquemes para lhe prestar socorro.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada e se deslocou ao encontro dos populares que socorriam a vítima, sendo que aproximadamente na ponte da BR-421 os veículos se encontraram, sendo que a vítima foi transferida para a Unidade de Socorro do SAMU, onde foi encaminhada ao Hospital Municipal de Ariquemes (HMA) para ser atendida pela equipe médica de plantão.

Uma guarnição da Polícia Militar foi acionada e compareceu no local do fato, onde visualizou a vítima em óbito e, após a coleta de informações, realizou a liberação para os procedimentos fúnebres. O Boletim de Ocorrência Policial foi registrado na Unidade de Segurança Pública (UNISP) em Monte Negro, para a posterior tomada de providências necessárias.

24x31 banner gov

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Izabella Coelho

Izabella Coelho

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens. Nós usamos cookies em nosso site para oferecer a melhor experiência possível.

Para mais informações sobre e-mail
[email protected] whatsapp(69)984065272

Comentários

Com muito ❤ por go7.site